As 5 linguagens do amor

Dia 4 de 7 • Leitura do dia

Devocional

Terceira linguagem do amor: presentes


Um presente é algo que você pode segurar nas mãos e dizer: “Olhe, ele estava pensando em mim”. É preciso pensar em alguém para presentear. O presente é um símbolo desse pensamento. Não importa se custa dinheiro. O importante é que você pensou na pessoa. 


O presente é um símbolo visual do amor. A maioria das cerimônias de casamento inclui o ato de dar e receber alianças. A pessoa que realiza a cerimônia diz algo como: “Estas alianças são os sinais externos e visíveis de um elo interior e espiritual que une o coração dos noivos num amor sem fim”. Não é retórica inútil. É a expressão verbal de uma importante verdade: os símbolos possuem valor emocional. 


Há presentes de todos os tamanhos, cores e formas. Alguns são caros, outros são gratuitos. Para a pessoa cuja linguagem do amor primária são presentes, o custo será de pouca importância, a não ser que esteja muito distante do seu orçamento.


Por onde começar? Faça uma lista de todos os presentes pelos quais seu cônjuge já expressou entusiasmo no decorrer dos anos. A lista lhe dará uma ideia do tipo de presentes que seu cônjuge ficaria feliz em receber. 


Não espere uma ocasião especial. Se a linguagem do amor primária de seu cônjuge são presentes, praticamente qualquer coisa que lhe der será recebida como uma expressão de amor.


Adaptado de Gary Chapman, As 5 linguagens do amor, 3a edição (Mundo Cristão, 2013).