Você e eu para sempre

Dia 6 de 7 • Leitura do dia

Devocional

O que é realmente melhor para as crianças?


Foi Deus que criou a família, e ele deseja que tenhamos prazer nele para a glória dele mesmo. É possível amar os filhos ao mesmo tempo que os conduzimos a um estilo de vida de adoração e missão. Em última instância, é isso que traz mais realização para nós e para nossos filhos. Agora e por toda a eternidade.


O que é um ótimo pai ou uma ótima mãe? É alguém que faz tudo pelo filho? Ou alguém que ensina a criança a fazer as coisas? A verdade é que prestamos um desserviço aos filhos quando os servimos o tempo inteiro e permitimos que sejam preguiçosos. É por isso que as pessoas não veem os filhos como bênçãos. É porque eles não são como “flechas na mão do guerreiro” (Sl 127.4, NVT). 


Deus colocou você na vida de seu filho a fim de representar a amável autoridade divina. Ele lhe deu a responsabilidade de educar seus filhos, ensiná-los a servir e prepará-los para o futuro.


A criação dos filhos deve permanecer alicerçada na graça de Deus. Tudo que fazemos como pais deve estar focado em Deus, sua glória e sua missão. Deus confiou filhos a você a fim de que os transforme em discípulos que possam ir a todo o mundo fazer mais discípulos. A missão é importante demais para que a desperdicemos por causa de nossas inseguranças, nosso desejo de conforto ou nossos temores.


Adaptado de Francis e Lisa Chan, Você e eu para sempre: O casamento à luz da eternidade (Mundo Cristão, 2016).