Parallel
71
Oração de um velho
1Ó Senhor Deus,
tu és a minha segurança;
nunca deixes que eu sofra
a vergonha da derrota.
2Ajuda-me e livra-me, pois tu és justo;
ouve-me e salva-me.
3Ó Deus, sê a minha rocha de abrigo
e uma fortaleza para me proteger!
Tu és a minha rocha e a minha fortaleza.
4Ó meu Deus, livra-me dos maus,
livra-me do poder dos homens
perversos e violentos!
5Ó Senhor, meu Deus, em ti
ponho a minha esperança;
desde jovem tenho confiado em ti.
6Toda a minha vida
tenho me apoiado em ti;
desde o meu nascimento
tu tens me protegido.
Eu sempre te louvarei.
7A minha vida tem sido um exemplo
para muitos
porque tu tens sido o meu forte defensor.
8O dia inteiro, eu te louvo
e anuncio a tua glória.
9Não me rejeites agora que sou velho;
não me abandones agora que estou fraco.
10Os meus inimigos querem me matar;
eles falam contra mim
e planejam a minha morte.
11Eles dizem: “Deus o abandonou;
vamos persegui-lo e agarrá-lo,
pois ninguém o salvará.”
12Ó Deus, não fiques longe de mim!
Ajuda-me agora, meu Deus!
13Que sejam derrotados e destruídos
aqueles que me atacam!
Que fiquem arruinados e envergonhados
os que querem a minha desgraça!
14Eu sempre porei
a minha esperança em ti
e te louvarei mais e mais.
15Anunciarei que tu és fiel;
o dia inteiro falarei da tua salvação,
embora não seja capaz de entendê-la.
16Falarei do teu poder,
ó Senhor, meu Deus;
anunciarei a tua fidelidade,
a tua fidelidade somente.
17Tu tens me ensinado
desde a minha mocidade,
e eu continuo a falar das coisas
maravilhosas que fazes.
18Agora que estou velho,
e os meus cabelos ficaram brancos,
não me abandones, ó Deus!
Fica comigo enquanto anuncio
o teu poder e a tua força
a este povo e aos seus descendentes.
19A tua fidelidade, ó Deus,
chega até o céu.
Tu tens feito grandes coisas,
e não há ninguém igual a ti.
20Tu me tens feito passar
por aflições e sofrimentos,
mas me darás forças novamente
e me livrarás da sepultura.
21Tu me tornarás cada vez mais famoso
e sempre me consolarás.
22Prometo que te louvarei com harpa.
Ó meu Deus, eu te louvarei
porque és fiel.
Na minha lira tocarei hinos a ti,
ó Santo Deus de Israel.
23Cantarei de alegria
quando tocar hinos a ti,
cantarei com todas as minhas forças
porque tu me salvaste.
24O dia inteiro falarei da tua justiça,
pois os que me queriam prejudicar
foram derrotados e arruinados.