Parallel
14
Mutilação do corpo proibida
1Vocês são filhos do Senhor, seu Deus. Não façam cortes em seu corpo,#Lv 19.28; 21.5 nem rapem a parte da frente da cabeça por causa de algum morto. 2Porque vocês são povo santo ao Senhor, seu Deus, e o Senhor os escolheu de todos os povos que há sobre a face da terra, para lhe serem o seu povo próprio.#Êx 19.5-6; Dt 7.6; Tt 2.14; 1Pe 2.9
Leis a respeito dos animais puros e os impuros
Lv 11.1-47
3— Não comam coisa alguma abominável. 4São estes os animais que vocês podem comer: o boi, a ovelha, a cabra, 5o veado, a gazela, a corça, a cabra selvagem, o antílope, a ovelha selvagem e o gamo. 6Vocês podem comer todos os animais que têm unhas fendidas, cujo casco se divide em dois e que ruminam. 7Porém dos que ruminam ou que têm a unha fendida vocês não podem comer o camelo, a lebre e o arganaz,#14.7 Roedor semelhante a um esquilo pequeno porque ruminam, mas não têm a unha fendida; serão impuros para vocês. 8Nem o porco, porque tem unha fendida, mas não rumina; será impuro para vocês. Destes vocês não devem comer a carne, nem tocar no seu cadáver.
9— Dos animais que vivem nas águas vocês podem comer tudo o que tem barbatanas e escamas. 10Mas tudo o que não tiver barbatanas nem escamas vocês não podem comer; será impuro para vocês.
11— Toda ave pura vocês podem comer. 12Estas, porém, são as que vocês não devem comer: a águia, o urubu, a águia marinha, 13o açor, o falcão e o milhano, segundo a sua espécie; 14e todo corvo, segundo a sua espécie; 15o avestruz, a coruja, a gaivota e o gavião, segundo a sua espécie; 16o mocho, a íbis, a gralha, 17o pelicano, o abutre, o corvo marinho, 18a cegonha, e a garça, segundo a sua espécie, e a poupa e o morcego.
19— Também todo inseto que voa será impuro para vocês; não se comerá. 20Todo ser que tem asas e for puro vocês podem comer.
21— Não comam nenhum animal que morreu por si mesmo. Vocês podem dá-lo ao estrangeiro que mora na cidade onde vocês vivem, para que o coma, ou vendê-lo ao estranho. Porque vocês são povo santo ao Senhor, seu Deus.
— Não cozinhem o cabrito#Êx 23.19; 34.26 no leite da sua própria mãe.
A lei a repeito dos dízimos
22— Certamente vocês devem dar o dízimo de todo o fruto das suas sementes, que ano após ano se recolher do campo. 23E, diante do Senhor, seu Deus, no lugar que ele escolher para ali fazer habitar o seu nome, vocês comerão os dízimos do cereal, do vinho, do azeite e os primogênitos das vacas e das ovelhas. Façam isso para que aprendam a temer o Senhor, seu Deus, todos os dias. 24Se o caminho for comprido demais e não lhes for possível levar isso, por estar longe de vocês o lugar que o Senhor, seu Deus, escolher para ali fazer habitar o seu nome, então, quando o Senhor, seu Deus, os tiver abençoado, 25vendam aquilo e, com o dinheiro na sua mão, vão ao lugar que o Senhor, o Deus de vocês, escolher. 26Com esse dinheiro comprem tudo o que quiserem: vacas, ovelhas, vinho ou bebida forte, ou qualquer coisa que desejarem. Consumam isso ali na presença do Senhor, seu Deus, e alegrem-se, vocês e os membros da sua casa.
27— Porém não desamparem os levitas que moram nas cidades de vocês, pois não têm parte nem herança com vocês. 28Ao fim de cada três anos, tirem todos os dízimos do fruto do terceiro ano e os recolham nas cidades de vocês. 29Então virão os levitas — porque não têm parte nem herança com vocês —, os estrangeiros, os órfãos e as viúvas que moram nas cidades de vocês, e comerão e se fartarão, para que o Senhor, o seu Deus, os abençoe em todas as obras que vocês fizerem.#Lv 27.30-33; Nm 18.21