YouVersion Logo
Search Icon

Deuteronômio 19

19
Seis cidades de refúgio
Nm 35.9-15; Dt 4.41-43
1Quando o Senhor, teu Deus, eliminar as nações cuja terra te dará o Senhor, teu Deus, e as desapossares e morares nas suas cidades e nas suas casas, 2três cidades separarás#Dt 4.41-43; Js 20.1-7 no meio da tua terra que te dará o Senhor, teu Deus, para a possuíres. 3Preparar-te-ás o caminho e os limites da tua terra que te fará possuir o Senhor, teu Deus, dividirás em três; e isto será para que nelas se acolha todo homicida.
Privilégios oferecidos pelas cidades de refúgio
Nm 35.22-28
4Este é o caso tocante ao homicida que nelas se acolher, para que viva: aquele que, sem o querer, ferir o seu próximo, a quem não aborrecia dantes. 5Assim, aquele que entrar com o seu próximo no bosque, para cortar lenha, e, manejando com impulso o machado para cortar a árvore, o ferro saltar do cabo e atingir o seu próximo, e este morrer, o tal se acolherá em uma destas cidades e viverá; 6para que o vingador do sangue não persiga o homicida, quando se lhe enfurecer o coração, e o alcance, por ser comprido o caminho, e lhe tire a vida, porque não é culpado de morte, pois não o aborrecia dantes. 7Portanto, te ordeno: três cidades separarás. 8Se o Senhor, teu Deus, dilatar os teus limites, como jurou a teus pais, e te der toda a terra que lhes prometeu, 9desde que guardes todos estes mandamentos que hoje te ordeno, para cumpri-los, amando o Senhor, teu Deus, e andando nos seus caminhos todos os dias, então, acrescentarás outras três cidades além destas três, 10para que o sangue inocente se não derrame no meio da tua terra que o Senhor, teu Deus, te dá por herança, pois haveria sangue sobre ti.
Execução do homicida
Nm 35.16-21
11Mas, havendo alguém que aborrece a seu próximo, e lhe arma ciladas, e se levanta contra ele, e o fere de golpe mortal, e se acolhe em uma dessas cidades, 12os anciãos da sua cidade enviarão a tirá-lo dali e a entregá-lo na mão do vingador do sangue, para que morra. 13Não o olharás com piedade; antes, exterminarás de Israel a culpa do sangue inocente, para que te vá bem.
Acerca dos limites e das testemunhas
14Não mudes#Dt 27.17 os marcos do teu próximo, que os antigos fixaram na tua herança, na terra que o Senhor, teu Deus, te dá para a possuíres.
15Uma só testemunha não se levantará contra alguém por qualquer iniquidade ou por qualquer pecado, seja qual for que cometer; pelo depoimento de duas ou três testemunhas,#Nm 35.30; Dt 17.6; Mt 18.16; 2Co 13.1; 1Tm 5.19; Hb 10.28 se estabelecerá o fato. 16Quando se levantar testemunha falsa contra alguém, para o acusar de algum transvio, 17então, os dois homens que tiverem a demanda se apresentarão perante o Senhor, diante dos sacerdotes e dos juízes que houver naqueles dias. 18Os juízes indagarão bem; se a testemunha for falsa e tiver testemunhado falsamente contra seu irmão, 19far-lhe-eis como cuidou fazer a seu irmão; e, assim, exterminarás o mal do meio de ti; 20para que os que ficarem o ouçam, e temam, e nunca mais tornem a fazer semelhante mal no meio de ti. 21Não o olharás com piedade: vida por vida, olho por olho,#Êx 21.23-25; Lv 24.19-20; Mt 5.38 dente por dente, mão por mão, pé por pé.

YouVersion uses cookies to personalize your experience. By using our website, you accept our use of cookies as described in our Privacy Policy