Deuteronômio 19
ARA
19
Seis cidades de refúgio
Nm 35.9-15; Dt 4.41-43
1Quando o Senhor, teu Deus, eliminar as nações cuja terra te dará o Senhor, teu Deus, e as desapossares e morares nas suas cidades e nas suas casas, 2três cidades separarás#Dt 4.41-43; Js 20.1-7 no meio da tua terra que te dará o Senhor, teu Deus, para a possuíres. 3Preparar-te-ás o caminho e os limites da tua terra que te fará possuir o Senhor, teu Deus, dividirás em três; e isto será para que nelas se acolha todo homicida.
Privilégios oferecidos pelas cidades de refúgio
Nm 35.22-28
4Este é o caso tocante ao homicida que nelas se acolher, para que viva: aquele que, sem o querer, ferir o seu próximo, a quem não aborrecia dantes. 5Assim, aquele que entrar com o seu próximo no bosque, para cortar lenha, e, manejando com impulso o machado para cortar a árvore, o ferro saltar do cabo e atingir o seu próximo, e este morrer, o tal se acolherá em uma destas cidades e viverá; 6para que o vingador do sangue não persiga o homicida, quando se lhe enfurecer o coração, e o alcance, por ser comprido o caminho, e lhe tire a vida, porque não é culpado de morte, pois não o aborrecia dantes. 7Portanto, te ordeno: três cidades separarás. 8Se o Senhor, teu Deus, dilatar os teus limites, como jurou a teus pais, e te der toda a terra que lhes prometeu, 9desde que guardes todos estes mandamentos que hoje te ordeno, para cumpri-los, amando o Senhor, teu Deus, e andando nos seus caminhos todos os dias, então, acrescentarás outras três cidades além destas três, 10para que o sangue inocente se não derrame no meio da tua terra que o Senhor, teu Deus, te dá por herança, pois haveria sangue sobre ti.
Execução do homicida
Nm 35.16-21
11Mas, havendo alguém que aborrece a seu próximo, e lhe arma ciladas, e se levanta contra ele, e o fere de golpe mortal, e se acolhe em uma dessas cidades, 12os anciãos da sua cidade enviarão a tirá-lo dali e a entregá-lo na mão do vingador do sangue, para que morra. 13Não o olharás com piedade; antes, exterminarás de Israel a culpa do sangue inocente, para que te vá bem.
Acerca dos limites e das testemunhas
14Não mudes#Dt 27.17 os marcos do teu próximo, que os antigos fixaram na tua herança, na terra que o Senhor, teu Deus, te dá para a possuíres.
15Uma só testemunha não se levantará contra alguém por qualquer iniquidade ou por qualquer pecado, seja qual for que cometer; pelo depoimento de duas ou três testemunhas,#Nm 35.30; Dt 17.6; Mt 18.16; 2Co 13.1; 1Tm 5.19; Hb 10.28 se estabelecerá o fato. 16Quando se levantar testemunha falsa contra alguém, para o acusar de algum transvio, 17então, os dois homens que tiverem a demanda se apresentarão perante o Senhor, diante dos sacerdotes e dos juízes que houver naqueles dias. 18Os juízes indagarão bem; se a testemunha for falsa e tiver testemunhado falsamente contra seu irmão, 19far-lhe-eis como cuidou fazer a seu irmão; e, assim, exterminarás o mal do meio de ti; 20para que os que ficarem o ouçam, e temam, e nunca mais tornem a fazer semelhante mal no meio de ti. 21Não o olharás com piedade: vida por vida, olho por olho,#Êx 21.23-25; Lv 24.19-20; Mt 5.38 dente por dente, mão por mão, pé por pé.
A Sociedade Bíblica do Brasil trabalha para que a Bíblia esteja, efetivamente, ao alcance de todos e seja lida por todos. A SBB é uma entidade sem fins lucrativos, dedicada a disseminar a Bíblia e, por meio dela, promover o desenvolvimento integral do ser humano. Você também pode ajudar a Causa da Bíblia! ARA © 1993. Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados.Learn More About Almeida Revista e Atualizada