Salmos 71
ARA

Salmos 71

71
Súplicas de um ancião
1Em ti, Senhor, me refugio;
não seja eu jamais envergonhado.
2Livra-me por tua justiça e resgata-me;
inclina-me os ouvidos e salva-me.
3Sê tu para mim uma rocha habitável em que sempre me acolha;
ordenaste que eu me salve,
pois tu és a minha rocha e a minha fortaleza.
4Livra-me, Deus meu, das mãos do ímpio,
das garras do homem injusto e cruel.
5Pois tu és a minha esperança, Senhor Deus,
a minha confiança desde a minha mocidade.
6Em ti me tenho apoiado desde o meu nascimento;
do ventre materno tu me tiraste,
tu és motivo para os meus louvores constantemente.
7Para muitos sou como um portento,
mas tu és o meu forte refúgio.
8Os meus lábios estão cheios do teu louvor
e da tua glória continuamente.
9Não me rejeites na minha velhice;
quando me faltarem as forças, não me desampares.
10Pois falam contra mim os meus inimigos;
e os que me espreitam a alma consultam reunidos,
11dizendo: Deus o desamparou;
persegui-o e prendei-o,
pois não há quem o livre.
12Não te ausentes de mim, ó Deus;
Deus meu, apressa-te em socorrer-me.
13Sejam envergonhados e consumidos
os que são adversários de minha alma;
cubram-se de opróbrio e de vexame
os que procuram o mal contra mim.
14Quanto a mim, esperarei sempre
e te louvarei mais e mais.
15A minha boca relatará a tua justiça
e de contínuo os feitos da tua salvação,
ainda que eu não saiba o seu número.
16Sinto-me na força do Senhor Deus;
e rememoro a tua justiça, a tua somente.
17Tu me tens ensinado, ó Deus, desde a minha mocidade;
e até agora tenho anunciado as tuas maravilhas.
18Não me desampares, pois, ó Deus,
até à minha velhice e às cãs;
até que eu tenha declarado à presente geração a tua força
e às vindouras o teu poder.
19Ora, a tua justiça, ó Deus, se eleva até aos céus.
Grandes coisas tens feito, ó Deus;
quem é semelhante a ti?
20Tu, que me tens feito ver muitas angústias e males,
me restaurarás ainda a vida
e de novo me tirarás dos abismos da terra.
21Aumenta a minha grandeza,
conforta-me novamente.
22Eu também te louvo com a lira,
celebro a tua verdade, ó meu Deus;
cantar-te-ei salmos na harpa,
ó Santo de Israel.
23Os meus lábios exultarão
quando eu te salmodiar;
também exultará a minha alma, que remiste.
24Igualmente a minha língua celebrará a tua justiça todo o dia;
pois estão envergonhados e confundidos
os que procuram o mal contra mim.

A Sociedade Bíblica do Brasil trabalha para que a Bíblia esteja, efetivamente, ao alcance de todos e seja lida por todos. A SBB é uma entidade sem fins lucrativos, dedicada a disseminar a Bíblia e, por meio dela, promover o desenvolvimento integral do ser humano. Você também pode apoiar a Causa da Bíblia! ARA © 1993 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados.


Learn More About Almeida Revista e Atualizada

Encouraging and challenging you to seek intimacy with God every day.


YouVersion uses cookies to personalize your experience. By using our website, you accept our use of cookies as described in our Privacy Policy.