Parallel
50
A essência do culto a Deus
Salmo de Asafe
1Fala o Poderoso, o Senhor Deus,
e chama a terra desde o Levante até ao Poente.
2Desde Sião, excelência de formosura,
resplandece Deus.
3Vem o nosso Deus e não guarda silêncio;
perante ele arde um fogo devorador,
ao seu redor esbraveja grande tormenta.
4Intima os céus lá em cima
e a terra, para julgar o seu povo.
5Congregai os meus santos,
os que comigo fizeram aliança por meio de sacrifícios.
6Os céus anunciam a sua justiça,
porque é o próprio Deus que julga.
7Escuta, povo meu, e eu falarei;
ó Israel, e eu testemunharei contra ti.
Eu sou Deus, o teu Deus.
8Não te repreendo pelos teus sacrifícios,
nem pelos teus holocaustos continuamente perante mim.
9De tua casa não aceitarei novilhos,
nem bodes, dos teus apriscos.
10Pois são meus todos os animais do bosque
e as alimárias aos milhares sobre as montanhas.
11Conheço todas as aves dos montes,
e são meus todos os animais que pululam no campo.
12Se eu tivesse fome, não to diria,
pois o mundo é meu e quanto nele se contém.
13Acaso, como eu carne de touros?
Ou bebo sangue de cabritos?
14Oferece a Deus sacrifício de ações de graças
e cumpre os teus votos para com o Altíssimo;
15invoca-me no dia da angústia;
eu te livrarei, e tu me glorificarás.
16Mas ao ímpio diz Deus:
De que te serve repetires os meus preceitos
e teres nos lábios a minha aliança,
17uma vez que aborreces a disciplina
e rejeitas as minhas palavras?
18Se vês um ladrão, tu te comprazes nele
e aos adúlteros te associas.
19Soltas a boca para o mal,
e a tua língua trama enganos.
20Sentas-te para falar contra teu irmão
e difamas o filho de tua mãe.
21Tens feito estas coisas, e eu me calei;
pensavas que eu era teu igual;
mas eu te arguirei e porei tudo à tua vista.
22Considerai, pois, nisto, vós que vos esqueceis de Deus,
para que não vos despedace, sem haver quem vos livre.
23O que me oferece sacrifício de ações de graças, esse me glorificará;
e ao que prepara o seu caminho,
dar-lhe-ei que veja a salvação de Deus.