Parallel
13
A Eliminação dos Profetas
1“Naquele dia, uma fonte jorrará para os descendentes de Davi e para os habitantes de Jerusalém, para purificá-los do pecado e da impureza.
2“Naquele dia, eliminarei da terra de Israel os nomes dos ídolos, e nunca mais serão lembrados”, diz o Senhor dos Exércitos. “Removerei da terra tanto os profetas como o espírito imundo. 3E, se alguém ainda profetizar, seu próprio pai e sua mãe lhe dirão: ‘Você deve morrer porque disse mentiras em nome do Senhor’. Quando ele profetizar, os seus próprios pais o esfaquearão.
4“Naquele dia, todo profeta se envergonhará de sua visão profética. Não usará o manto de profeta, feito de pele, para enganar. 5Ele dirá: ‘Eu não sou profeta. Sou um homem do campo; a terra tem sido o meu sustento desde a minha mocidade#13.5 Ou um homem vendeu-me em minha mocidade’. 6Se alguém lhe perguntar: ‘Que feridas são estas no seu corpo?#13.6 Ou em suas mãos?’, ele responderá: ‘Fui ferido na casa de meus amigos’.
O Pastor Ferido e as Ovelhas Dispersas
7“Levante-se, ó espada,
contra o meu pastor,
contra o meu companheiro!”,
declara o Senhor dos Exércitos.
“Fira o pastor,
e as ovelhas se dispersarão,
e voltarei minha mão
para os pequeninos.
8Na terra toda, dois terços
serão ceifados e morrerão;
todavia a terça parte permanecerá”,
diz o Senhor.
9“Colocarei essa terça parte no fogo
e a refinarei como prata
e a purificarei como ouro.
Ela invocará o meu nome,
e eu lhe responderei.
É o meu povo, direi;
e ela dirá: ‘O Senhor é o meu Deus’.”