Parallel
66
Salmo 66
Para o mestre de música. Um cântico. Um salmo.
1Aclamem a Deus, povos de toda terra!
2Cantem louvores ao seu glorioso nome;
louvem-no gloriosamente!
3Digam a Deus:
“Quão temíveis são os teus feitos!
Tão grande é o teu poder que os teus inimigos
rastejam diante de ti!
4Toda a terra te adora
e canta louvores a ti,
canta louvores ao teu nome”. Pausa
5Venham e vejam o que Deus tem feito;
como são impressionantes
as suas obras em favor dos homens!
6Ele transformou o mar em terra seca,
e o povo atravessou as águas#66.6 Ou o rio a pé;
e ali nos alegramos nele.#66.6 Ou venham, alegremo-nos nele.
7Ele governa para sempre com o seu poder,
seus olhos vigiam as nações;
que os rebeldes
não se levantem contra ele! Pausa
8Bendigam o nosso Deus, ó povos,
façam ressoar o som do seu louvor;
9foi ele quem preservou a nossa vida
impedindo que os nossos pés escorregassem.
10Pois tu, ó Deus, nos submeteste à prova
e nos refinaste como a prata.
11Fizeste-nos cair numa armadilha
e sobre nossas costas puseste fardos.
12Deixaste que os inimigos cavalgassem
sobre a nossa cabeça;
passamos pelo fogo e pela água,
mas a um lugar de fartura#66.12 Algumas versões antigas dizem de repouso. nos trouxeste.
13Para o teu templo virei com holocaustos#66.13 Isto é, sacrifícios totalmente queimados; também no versículo 15.
e cumprirei os meus votos para contigo,
14votos que os meus lábios fizeram
e a minha boca falou
quando eu estava em dificuldade.
15Oferecerei a ti animais gordos em holocausto;
sacrificarei carneiros, cuja fumaça subirá a ti,
e também novilhos e cabritos. Pausa
16Venham e ouçam,
todos vocês que temem a Deus;
vou contar-lhes o que ele fez por mim.
17A ele clamei com os lábios;
com a língua o exaltei.
18Se eu acalentasse o pecado no coração,
o Senhor não me ouviria;
19mas Deus me ouviu,
deu atenção à oração que lhe dirigi.
20Louvado seja Deus,
que não rejeitou a minha oração
nem afastou de mim o seu amor!