Parallel
34
Salmo 34#O salmo 34 é um poema organizado em ordem alfabética, no hebraico.
De Davi, quando ele se fingiu de louco diante de Abimeleque—que o expulsou—e depois partiu.
1Bendirei o Senhor o tempo todo!
Os meus lábios sempre o louvarão.
2Minha alma se gloriará no Senhor;
ouçam os oprimidos e se alegrem.
3Proclamem a grandeza do Senhor comigo;
juntos exaltemos o seu nome.
4Busquei o Senhor, e ele me respondeu;
livrou-me de todos os meus temores.
5Os que olham para ele
estão radiantes de alegria;
seu rosto jamais mostrará decepção.
6Este pobre homem clamou,
e o Senhor o ouviu;
e o libertou de todas as suas tribulações.
7O anjo do Senhor é sentinela ao redor
daqueles que o temem,
e os livra.
8Provem e vejam como o Senhor é bom.
Como é feliz o homem que nele se refugia!
9Temam o Senhor,
vocês que são os seus santos,
pois nada falta aos que o temem.
10Os leões#34.10 A Septuaginta e a Versão Siríaca dizem ricos. podem passar necessidade e fome,
mas os que buscam o Senhor de nada têm falta.
11Venham, meus filhos, ouçam-me;
eu ensinarei a vocês o temor do Senhor.
12Quem de vocês quer amar a vida
e deseja ver dias felizes?
13Guarde a sua língua do mal
e os seus lábios da falsidade.
14Afaste-se do mal e faça o bem;
busque a paz com perseverança.
15Os olhos do Senhor voltam-se para os justos
e os seus ouvidos
estão atentos ao seu grito de socorro;
16o rosto do Senhor
volta-se contra os que praticam o mal,
para apagar da terra a memória deles.
17Os justos clamam, o Senhor os ouve
e os livra de todas as suas tribulações.
18O Senhor está perto
dos que têm o coração quebrantado
e salva os de espírito abatido.
19O justo passa por muitas adversidades,
mas o Senhor o livra de todas;
20protege todos os seus ossos;
nenhum deles será quebrado.
21A desgraça matará os ímpios;#34.21 Ou Os ímpios serão mortos nas suas próprias maldades;
os que odeiam o justo serão condenados.
22O Senhor redime a vida dos seus servos;
ninguém que nele se refugia será condenado.