Cruzando a Linha De Chegada

Devocional

TERCEIRO PASSO: AVANÇAR

Finalmente, o último passo que devemos dar na caminhada cristã é “avançar para o que está adiante de nós”.

Em toda maratona, apenas três corredores recebem o prêmio: o primeiro, o segundo e o terceiro lugar. No entanto, muitos continuam correndo após o anúncio dos primeiros colocados. Às vezes, o último colocado é tão aplaudido quanto o primeiro, após cruzar a linha de chegada. Por quê? Porque ele não desistiu.

Na verdade, é preciso mais força de vontade para continuar avançando quando não há prêmio, do que quando se está atrás da recompensa. Deus honra aqueles que continuam obedecendo-O sem ver os resultados, porque demonstram que seu coração é reto e puro perante Ele.

José estava indo em direção à realização de seu sonho de se tornar governador do Egito, mas até chegar lá, foi vendido como escravo e feito prisioneiro (Gênesis 37-39). E em nenhum momento, ele deixou de ser fiel a Deus ou reclamou de sua situação. Avançar não significa que sempre veremos progresso, e sim que nos recusamos a desistir, mesmo quando as coisas parecem ter saído de nossos planos.

Um retrocesso nas circunstâncias não é sinal do fim da linha. Como ocorreu com José, os períodos de provação cooperam para o plano que o Senhor tem para nossas vidas. O que não podemos permitir é que nossa fé retroceda junto com as circunstâncias, porque só alcança a promessa aquele que persevera até o fim.

Zacarias 9:12 diz que os “presos da esperança” receberão restituição em dobro. Podemos deixar para trás o que se passou, mas Deus não nos deixa sem uma reparação pelo que sofremos! Tudo que precisamos fazer é permanecer firmes em nossa esperança de um futuro triunfante. Você pode escolher entre ser um prisioneiro de pecados, da mágoa, dos vícios, de atitudes carnais ou ser um prisioneiro da esperança. O que você prefere?

E a esperança daqueles que esperam no Senhor não é limitada a este tempo ou a este mundo. 1 Coríntios 15:19 fala que, se nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, seremos infelizes. Nossa linha de chegada não é a morte. Nossa linha de chegada vai além do cumprimento de nossa missão de vida e da realização de nossos sonhos. O fim da caminhada cristã é, na verdade, a largada para nossa vida eterna!

Por isso, o Ap. Paulo pôde afirmar: “prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus”. Ele sabia que nem tudo seria perfeito enquanto ele habitasse em um mundo decaído, mas ele continuaria avançando rumo à plenitude da glória de Cristo!

Se você gostou desse plano, não deixe de conferir outras mensagens devocionais da autora, clicando AQUI.