Escolhido: Lembre-se do Evangelho Todos os Dias

Dia 6 de 7 • Leitura do dia

Devocional

Em uma poeirenta aldeia no Nepal, próximo as sombras do Monte Everest, perto de 80 por cento das meninas estão destinadas a serem vendidas à bordéis, por serem do mais baixo subgrupo da mais baixa casta do país, os Badi. A sua religião ensina que em vidas passadas eles devem ter acumulado um grande número de pecados para o Carma puní-los e enviá-los de volta à terra nesta casta. As pessoas nem mesmo os ajudam, porque querem prevenir serem punidos pelo Carma. Como resultado, as meninas Badi são uma das populações per capita mais traficadas no planeta. Nascer nesta casta significa que essas meninas estão condenadas a serem tratadas pior do que um cachorro - usadas, vendidas e abusadas. 


Foi aqui que meu amigo Ryan conheceu Landana, a mais linda garotinha de 10 anos de idade. O pai dela concordou em vendê-la à um bordel indiano. A mãe não suportou a ideia e tentou impedí-lo de vender a sua preciosa menina. Mas ele não escutava. Ele começou a bater na esposa porque ela não queria vender a filha. 


Quando descobriram, agiram rapidamente com assistentes sociais e policiais locais. Levaram Landana para um esconderijo onde meninas são mantidas a salvo, cuidadas, alimentadas e amadas. Landana ouviu o Evangelho. Ela ouviu sobre como através de Jesus somos adotados na família de Deus. Esta é a parte mais poderosa do Evangelho para muitos nesta região do mundo.


Ao compartilhar o Evangelho com outra menina Badi, meu amigo Ryan contou a ela que "O Evangelho ensina que o seu sobrenome não é mais Badi. É como se o seu nome não fosse mais Jarla Badi; mas sim Jarla 'Cristo' porque você está na família Dele, você está na casta Dele agora." Ao ouvir, ela se iluminou por dentro e olhou para ele com um olhar repleto de possibilidade e esperança. "Pode isso ser verdade?" ela perguntou. "Sim, essa é a verdade mais verdadeira no mundo todo!"

 


Landana, com muita alegria, se uniu à família de Deus, deixando para trás a vergonha da sua família, sua casta, sua linhagem. Deus se tornou o seu pai, e o Seu amor é o oposto ao de um pai disposto a vender a sua menininha. É um Deus disposto a vender a Si mesmo por trinta peças de prata para salvar a Sua garotinha. 


A mentalidade moderna olha para o Cristianismo e se pergunta "Por que sangue? Como você pode cantar sobre o sangue de Jesus?" Mas aqueles que foram comprados pelo sangue de Jesus sabem que agora compartilhamos um laço que vai muito além do que a nossa ascendência aqui na terra. Jesus está nos convidando a entrar em uma nova família e um novo destino. É por isso que os cristãos amam pensar sobre o sangue de Cristo. 


Este Evangelho vai além de remover os pecados do nosso passado; ele purifica completamente a nossa ascendência, linhagem e família da vergonha. Você não é mais, em primeiro lugar, parte de uma família terrena; você se uniu à uma família celestial. O sangue de Jesus te marca como família por toda a eternidade. Temos uma nova identidade familiar, um novo brasão, uma nova propriedade, novos irmãos e irmãs, um novo sobrenome.