Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos 2016

Devocional

A hospitalidade na oração

Comentário

A experiência da oração comum durante cada um dos oitos dias da semana de oração para a unidade cristã ajudou os cristãos da pequena vila de Madona a se reunir na amizade. Um fruto particular destes encontros foi a abertura de uma capela de oração ecumênica no centro da vila. Ela é arrumada a partir dos elementos de tradições luterana, católica e ortodoxa. Os cristãos de Madona aí se reúnem para rezar continuamente ao longo do dia todo. Esta experiência constitui o pano de fundo das seguintes reflexões.

  • Enquanto o povo de Deus é dividido, e os cristãos não se conhecem entre eles, nós somos, assim como Jesus na Samaria, estrangeiros em terra desconhecida, com as nossas necessidades de segurança, de frescor, de repouso.
  • O povo de Israel estava em busca de um lugar de segurança onde ele pudesse dar um culto ao Senhor. Isaias nos fala do grande feito do Senhor: ele colocou os guardas sobre as muralhas de Jerusalém para que o seu povo pudesse lhe render um culto noite e dia, com toda a segurança.
  • Durante a Semana de Oração, nossas igrejas e capelas se tornam lugares de segurança, de repouso e de regeneração onde as pessoas podem se reunir para rezar. O desafio que nos é apresentado a partir daqui consiste a criar outros espaços e tempos de oração privilegiados, pois é rezando juntos que nos tornamos um mesmo povo.

Questões

  • Como podemos encorajar a hospitalidade mútua entre paróquias e comunidades do nosso território?
  • Tem um lugar em nossa vizinhança onde os cristãos de tradições diferentes podem ser reunir para rezar, e se for o caso, podemos favorecer a criação de um lugar deste tipo?

Oração

Senhor Jesus, tu pediste aos teus apóstolos de vigiar e de rezar contigo: que nós possamos oferecer ao mundo tempos e lugares privilegiados que lhe permita de se regenerar e de encontrar a paz, para que rezando com outros cristãos, cheguemos a te conhecer ainda mais. Amém.