Encontre descanso

Dia 3 de 7 • Leitura do dia

Devocional

Você vai enxergar aquilo em que se focar


No clássico vídeo experimental chamado “O gorila invisível”, criado pela Universidade de Harvard em 1999, seis pessoas usando camisetas pretas e brancas trocam passes de basquete. Uma voz pergunta ao espectador para contar quantas vezes as pessoas de camisetas brancas passam a bola.


Simples, certo?


Metade dos que assistem o vídeo deixam de ver algo muito, muito óbvio – um gorila. Sim, alguém fantasiado de gorila passa pelo meio dos jogadores, olha para a câmera claramente, bate no peito e depois sai da tela. Metade das pessoas está tão ocupada contando os passes dos jogadores de camiseta branca que não percebe o gorila. Quando o vídeo pergunta: “Você viu o gorila?”, elas dizem: “O quê?? Espera aí, que gorila?!”


Aquilo em que nos focamos muda o que observamos ao nosso redor. Vamos perceber mais e mais aquilo em que nos concentramos; ou, ao contrário, vamos notar menos e menos aquilo que não queremos enxergar.


Na pesquisa para o meu livro The Kindness Challenge (O desafio da bondade), descobri que essa é uma das principais causas de estresse desnecessário na nossa vida, e uma das maneiras que nos foram concedidas por Deus para superá-lo. Enquanto nos concentramos nas coisas que nos incomodam ou nos irritam – ora, você já adivinhou! – muitas vezes perdemos completamente de vista coisas boas e maravilhosas que poderiam mudar nossos sentimentos. Deixamos de ver o gorila! É tão comum, quando estamos preocupadas com as dificuldades do nosso casamento, frustradas com um filho adulto, com a bagunça de um colega de quarto, ou com o nosso maldoso colega de trabalho, essa coisa negativa parece enorme aos nossos olhos. Pensamos nela, refletimos sobre ela, expressamos a nossa frustração com ela, e nem sequer enxergamos as coisas espetaculares que acontecem ao nosso redor.


No entanto, ao nos concentrarmos em “tudo o que for amável” – as coisas boas e verdadeiras que gostamos e apreciamos – vamos notar que percebemos essas coisas com mais frequência. E ao fazermos, nossas preocupações negativas não vão parecer tão grandes.


Vamos supor que, ao invés de perguntar por que seu marido encheu a máquina de lavar louça daquele jeito (outra vez!), você lhe dá um abraço e o agradece por limpar a cozinha. O que vai acontecer com os seus sentimentos? Você vai se sentir melhor! E enquanto você procura mais uma coisa para elogiar... e outra e mais outra... você vai descobrir que nem se importa mais com aquilo que te irritou tanto. Ao contrário, você vai começar a sentir gratidão por muitas coisas que antes nem percebia.


É uma mudança de foco que Deus nos pede para fazer, porque Ele sabe que isso exerce grande impacto.


Mude a sua perspectiva