Paralelo
32
As falas de Eliú
Caps. 32—37
1Jó estava convencido da sua inocência, e por isso os três amigos desistiram de continuar a discutir com ele. 2Acontece que ali estava um homem chamado Eliú, filho de Baraquel e descendente de Buz, do grupo de famílias de Rão. Eliú ficou muito zangado com Jó porque este dizia que era inocente e que Deus era culpado. 3E também ficou zangado com os três amigos porque eles não puderam responder a Jó, dando assim a ideia de que Deus estava errado. 4Eliú esperou para falar no fim, pois os outros eram mais velhos do que ele. 5Quando viu que eles não souberam como responder a Jó, Eliú ficou zangado.
Primeira fala de Eliú
Caps. 32—33
Um sopro do Todo-Poderoso dá sabedoria
6Então Eliú, filho de Baraquel e descendente de Buz, disse:
“Eu sou moço, e vocês são idosos.
Foi por isso que não me atrevi a dar a minha opinião.
7Pensei assim: ‘Que fale a voz da experiência,
que os muitos anos mostrem a sua sabedoria!’
8Mas acontece que dentro das pessoas há um espírito,
há um sopro do Todo-Poderoso que dá sabedoria.
9Nós não ficamos mais sábios com a idade,
nem sempre os velhos sabem o que é certo.
10Portanto, escutem o que digo,
pois eu também vou dar a minha opinião.
É Deus que tem de dar resposta a Jó
11“Esperei que vocês falassem
e escutei as suas razões.
Enquanto vocês escolhiam as melhores palavras,
12eu prestava toda a atenção.
Mas nenhum de vocês convenceu Jó,
nem deu resposta às suas palavras.
13Como é que vocês podem dizer que descobriram a sabedoria?
É Deus, e não um ser humano, quem terá de dar resposta a Jó.
14Eu nunca teria respondido como vocês;
mas Jó estava falando com vocês e não comigo.
Quero dar a minha opinião
15“Jó, estes três estão derrotados
e não têm mais palavras para continuar a discutir.
16Eles já pararam; não falam mais.
Será que devo continuar esperando enquanto estão calados?
17Não! Eu darei a minha resposta agora
e direi o que penso sobre o assunto.
18Tenho muito o que falar
e já não consigo mais ficar calado.
19Se eu não falar, sou capaz de estourar
como um odre cheio de vinho novo.
20Não aguento mais; preciso desabafar,
quero dar a minha opinião.
21Não vou tomar partido nesta discussão
e não vou adular ninguém.
22Eu não costumo bajular;
e, se bajulasse, o Criador logo me castigaria.