Inimigos do Coração

Dia 1 de 5 • Leitura do dia

Devocional

Andy Stanley: Inimigos do Coração


Devocional Dia 1


“O Vulcão Fervilhante”


Escritura: Mateus 15:1-20


Nossa tendência é monitorar nosso comportamento enquanto praticamente ignoramos nossos corações. Afinal, como você monitora seu coração? Se me afastar do padrão correto de comportamento, alguém sempre me chamará a atenção. Mas meu coração? Parece um pouco mais complicado.


Jesus disse algo que ainda tem enormes implicações hoje: "o que sai da boca vem do coração", e então, "é do coração que vêm os maus pensamentos".


O coração é um mistério. De fato, um profeta perguntou sobre o coração: “Quem pode entender o coração humano?” (Jeremias 17:9). Boa pergunta. A verdade é que ninguém consegue entendê-lo. Eu concordo prontamente. E mesmo se começarmos a entendê-lo, certamente não poderemos controlá-lo – o que é mais um motivo para aprendermos a monitorá-lo. Como na atividade sísmica de um vulcão adormecido, o que você não sabe pode machucar você.


De repente alguém pede o divórcio.


De repente as notas de um filho caem e a atitude dele muda.


De repente um passatempo inofensivo se torna um hábito destrutivo.


Do nada palavras devastadoras perfuram a alma de um inocente ente querido.


Todos vimos, sentimos e até causamos isso. Assim como Jesus previu, o que se origina no segredo de nossos corações nem sempre permanecerá em segredo. Em algum momento, ele encontra o caminho para nossas casas, escritórios e vizinhança.


O coração se infiltra em todas as conversas. Ele dita todo relacionamento. Nossas próprias vidas emanam do coração. Nós vivemos, educamos filhos, lideramos, nos relacionamos, somos românticos, confrontamos, reagimos, respondemos, instruímos, administramos, solucionamos problemas e amamos de coração. Nosso coração afeta a intensidade da nossa comunicação. Nosso coração tem o potencial de exagerar nossas sensibilidades e insensibilidades. Cada área da vida se cruza com o que está acontecendo em nosso coração. Tudo passa por ele a caminho de onde quer que esteja indo. Tudo.


Precisamos de coragem para pedir ajuda ao Pai Celestial para vigiar, entender e purificar nossos corações. Ele está ansioso para responder e nos mostrar como substituir velhos maus hábitos do coração por hábitos novos e melhores que, com o tempo, nos tornarão mais parecidos com o seu Filho.


Nos próximos quatro dias desses devocionais, veremos quatro inimigos do coração que todos enfrentam.


O que seus pensamentos, palavras e ações recentes revelam sobre o que está acontecendo em seu coração? Pergunte a opinião de alguém próximo a você sobre isso também.