Relacio(nável): Fazendo os Relacionamentos Funcionarem

Dia 1 de 7 • Leitura do dia

Devocional

A Pá e a Colher


Eu quero te fazer uma pergunta: Você é o tipo de pessoa que é capaz de se relacionar com os outros? Deixe-me colocar de outra forma. Se você é marido, você pode entender a sua esposa? Se você trabalha em um escritório, você pode compreender os colegas de trabalho? Você é capaz de interagir com outras pessoas mesmo não sendo uma "pessoa sociável"?


Eu acredito que a saúde dos relacionamentos e a habilidade de mostrar misericórdia aos outros está diretamente relacionada à nossa habilidade de receber misericórdia de Deus. Agora mesmo Deus está nos oferecendo coisas maravilhosas. Mas estamos recebendo tudo o que Ele está oferecendo? Talvez não estejamos recebendo de Deus porque não acreditamos que somos merecedores. Ou talvez somos levados a crer que o que temos agora é melhor do que o que Deus tem para nós. Qualquer que seja a razão, não somos capazes de receber o amor de Deus. E, como resultado, não somos capazes de compartilhar este amor com os outros.


Quando chegamos a Deus Ele dispensa a graça e a misericórdia em nós com uma pá. Deus pergunta: “Você precisa de graça? Bem, deixe-me dar-lhe em abundância. Você precisa de mais hoje? Bem, minhas misericórdias são novas todos os dias, então, antes de você apertar o botão de soneca amanhã, Eu estarei derramando isso em sua vida”. Ele tem muitos anjos e muitas pás, e Ele está amontoando essas grandes pás cheias de misericórdia em nós todos os dias. Mas, o que acontece se não podemos recebê-las? Nós vamos às pessoas em nossas vidas que falharam e diremos: “Ah, você precisa de um pouco de graça? Claro! Deixe-me dar um pouco com esta colher”. Esperaremos mais deles do que queremos que Deus espere de nós. Vamos tratá-los de modo diferente do que a forma que queremos que Deus nos trate.


É por isso que nossa capacidade de receber a misericórdia de Deus é o cerne de nosso papel em reconciliar relacionamentos que tenham sido despedaçados. Quando somos mais propensos a dar com uma colher do que com uma pá, isso significa que realmente não recebemos a plenitude da graça de Deus. Isso significa que só acreditamos que Deus tem nos dado uma colherada da graça.


Ao nos relacionarmos com outros, temos que entender como Jesus se relaciona conosco. Temos que reconhecer que Ele assumiu limitações para entrar neste mundo para que Ele pudesse se relacionar conosco. Nós também temos que reconhecer que Jesus não nos dá o que merecemos. Nós merecemos a morte, mas Ele nos dá vida. Precisamos ainda reconhecer que Jesus veio diretamente a nós. Ele é misericordioso quando estamos errados; gracioso, quando somos teimosos; e nos ama antes de sermos amáveis. Ele nos ama antes mesmo de sermos capazes de amá-lo.


Então, na mesma medida que você recebe de Deus, você vai dar para outros – e isto vai determinar se você é relacionável. Como João resume: “Queridos amigos, amemos uns aos outros porque o amor vem de Deus” (1 João 4:7). Este é o objetivo: amar um ao outro e dispensar misericórdia com a pá – não com a colher – pois reconhecemos que temos recebido de Deus.


Responda


O que você aprendeu sobre relacionamentos da família na qual você cresceu? Como sua família influenciou seu relacionamento com Deus?


Como você recebeu os dons maravilhosos que Deus lhe oferece? De que maneira você tem sido relutante? Como isto afeta seu relacionamento com Deus e consigo mesmo?


Como o seu entendimento de Deus afetou o seu relacionamento com os outros? É mais provável você dispensar graça aos outros com uma pá ou uma colher? Explique.