Só Que Não

Devocional

Do Gênesis ao Apocalipse, a Bíblia é repleta de promessas. Jesus selou as promessas com Seu sangue e deixou o Espírito Santo como nossa garantia de que todas se cumpririam.


No entanto, como a geração de israelitas que rodeou o deserto e nunca alcançou a terra prometida, poucas pessoas conseguem chegar à etapa de cumprimento da promessa. Onde está o problema?


Muitos pensam que o problema está na promessa, como se a Palavra de Deus fosse boa demais para ser verdade. Eles creem até onde sua lógica e raciocínio conseguem suportar. 


Mas o problema não está na promessa. Eventualmente, o povo de Israel tomou posse da terra, exatamente como Deus dissera que eles fariam. Segundo Josué 21:45: “Nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o Senhor falara à casa de Israel; tudo se cumpriu.”. 


Alguns pensam que o problema está em quem prometeu. Eles confundem a promessa com seus próprios desejos e, quando estes não se cumprem, eles culpam a Deus, como se Ele fosse incapaz de manter Sua Palavra. 


Mas o problema também não está em quem prometeu. O Senhor é fiel. Ele não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Nenhuma palavra que sai de Sua boca volta vazia. Jesus disse: “Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão.” (Mateus 24:35). 


Portanto, o problema só pode estar em quem recebe a promessa. 


Em Hebreus 11:17, está escrito que Abraão “acolheu alegremente as promessas”. Segundo o Dicionário Vine, o verbo “receber alegremente” (anadechomai) tem um sentido legal de assumir a responsabilidade por algo. Tomar posse das promessas de Deus em nossas vidas implica assumir a responsabilidade por seu desenvolvimento, até que venham a se cumprir. 


As inúmeras desculpas que os israelitas ofereceram a Deus no deserto para se eximirem de sua obrigação deixaram uma geração inteira de fora da terra prometida. 


Você pode continuar vagando por terras desérticas, rodeando a mesma montanha, e perder sua herança... 


SÓ QUE NÃO!


Nos próximos dias, esteja disposto a dizer NÃO a tudo aquilo que o impede de ver a promessa se cumprir em sua vida.