Defensores da Liberdade - Viver com um propósito

Dia 2 de 5 • Leitura do dia

Devocional

Jesus, o maior defensor da Liberdade

Você não pode negar que Jesus era marginalizado (calma, segue o meu raciocínio) – Ele nasceu no gueto e seu círculo próximo de amigos era formado por pessoas socialmente rejeitadas.

Um dos seus momentos mais brilhantes foi em Lucas 4:16-21, quando Ele casualmente anunciou num domingo, na igreja, que Ele era o cumprimento das profecias, quando foi ler os pergaminhos, Ele leu a seção de Isaías 61, e logo em seguida parou, entregou o pergaminho e anunciou com confiança: "Vocês acabaram de ouvir as Escrituras cumprindo a história. Elas acabaram de se tornar verdade nesse lugar.”

Tudo o que Jesus fazia era contra os maiorais da sociedade. Ele era um rei, mas mesmo assim se cercava de pessoas comuns. Ele falava sobre encontrar vida ao morrer para si mesmo e que para as pessoas se tornarem ricas, era necessário que elas doassem tudo o que tinham. Ele se posicionava a favor do que importava e a favor daqueles que não importavam para a sociedade. Ele fez o possível para quebrar as regras da religião, defendendo com vigor os valores e a dignidade das mulheres e crianças. Ele de fato lutou pela liberdade.

Suas ações e posicionamentos são desafiadores ainda hoje. Eles vão contra a natureza de cada um de nós, o que nos mantêm passivos e confortáveis. A verdadeira liberdade é encontrada quando vivemos livres do egoísmo – quando vivemos como Jesus viveu. A verdadeira liberdade só pode ser encontrada em Jesus.