Sobrecarregada Pelas Minhas Bênçãos-Parte 4

Devocional

OPORTUNIDADES?


“Vocês estão me deixando louca!” Eu tenho certeza que você já falou isso em alto e bom som para seus filhos pelo menos uma vez na vida. Provavelmente várias vezes. Eu já gritei isso para os meus próprios filhos muitas vezes. As brigas, atrevimentos, tagarelices, atitudes desrespeitosas, e as necessidades constantes, nos agitam a ponto de querermos arrancar nossos cabelos – ou gritar com todo mundo. Quando a poeira baixa, nós não nos sentimos melhores. Claro que existe aquele momento de silêncio, até que tudo se repita novamente.


O que poderia acontecer da próxima vez se você estivesse com uma perspectiva diferente? E se você começar a enxergar essas situações frustrantes como sendo a própria mão de Deus na sua vida, e na vida dos seus filhos?


Ele está te dando oportunidades de fazer escolhas difíceis, de amor, paciência e autocontrole. Uma chance de escolher a Deus. Ele está lhe apresentando momentos de aprendizado para seus filhos e para o seu próprio coração. Ele está lhe dando ocasiões para se tornar mais semelhante a Ele.


Ele está te dando momentos especiais para ensinar seus filhos que ansiedade pode ser controlada pelo poder do Espírito Santo que vive em você – e isso começa a partir do momento que você consegue controlar a si mesma.


É claro que você vai se esquecer. Muitas vezes suas frustrações vão vencer. Quando isso acontecer, pare, ore, convide Cristo para a situação e tente novamente.


Ao praticar o ato de enxergar uma “oportunidade” em vez de apenas mais um momento de frustração e desânimo, você começará a ver o crescimento e a mudança em seu coração, e isso vai ser espalhado sobre seus filhos. Tente! Siga em frente e não desista.


Pai, confesso que perco muito a cabeça com meus filhos. Os meus gritos não fazem nenhum de nós se sentir bem ou em paz. Eu oro para que me ajudes a lembrar de reconhecer estes momentos como oportunidades para mostrar-lhe honra, escolhendo o fruto da sua presença, em vez de uma explosão de palavras ofensivas. Convido-lhe, agora mesmo, para a primeira situação que surgir, sabendo que Sua força e poder vivem em mim e que me dás as palavras certas de amor, paciência e autocontrole necessárias para cada situação. Obrigada pela sua paciência comigo.