Fora do controle

Dia 1 de 4 • Leitura do dia

Devocional

Particularmente, eu sempre quis controlar o que estava ao meu redor: minha família, meus relacionamentos, meus amigos e até mesmo o meu presente e o meu futuro. Não aceitava se alguma coisa saía do roteiro que eu mesma escrevi para aquela pessoa ou situação. Parece loucura, né? E realmente é. Aos poucos, a mania de controlar ia virando uma bola de neve e acontecendo sem que eu tivesse consciência. Eu estava tentando ser Deus. 


Eu buscava perfeição nas pessoas e nas minhas ações. Tudo tinha que acontecer conforme eu planejei, e se não acontecesse, eu ficava brava e triste. Acabei perdendo várias pessoas importantes.  


Um dia, senti na pele que eu realmente não tinha controle sobre nada, quando a depressão e a ansiedade me dominaram. Eu vi a minha vida escorregando pelas minhas mãos, caindo em um poço escuro e frio. Senti medo do que poderia acontecer no meu futuro; senti medo que todos me deixassem. A minha vida não era mais minha. 


Mas essa foi a forma que Deus me mostrou que Ele é o único que tem poder para controlar o tempo, o vento e o mar, mas é tão bom que nos dá a liberdade de escolher nosso caminho. Se Deus nos dá livre-arbítrio, por que eu, que não tenho poder sobre nada, tentava controlar as pessoas?  


Tenho aprendido que entregar minha vida nas mãos do Criador faz com que tudo se torne mais leve, mas é também a parte mais difícil. Sabemos que Deus é poderoso e quer o melhor para nós, mas temos dificuldade em descansar na sua vontade e esperar o tempo certo para todas as coisas. 


Ele não quer que soframos. Ele só quer que descansemos para que não fiquemos ansiosos. 


Procuro ver a vida como um rio. Não podemos controlá-lo; não podemos segurar a água que passa, nem fazê-la retroceder ou avançar. Mas podemos aproveitar cada momento. 


Confie. Deus tem algo preparado para você. Tenha fé e não desista. Entregue sua vida nas mãos daquele que sabe de tudo e viva o melhor de Deus.