A Esperança é

Devocional
A Esperança é Arriscada



José descobre que sua noiva, Maria, está grávida – e não dele. Ele planeja cancelar o casamento em vez de matar Maria, o que seria permitido pela lei judaica. Mas um anjo do Senhor aparece, trazendo esperança para o futuro casamento de José. O anjo diz a José para não ter medo de se casar com Maria, pois seu filho é o Filho de Deus.



Casar-se com Maria prejudicaria a reputação de José. Colocar a esperança em Deus significava que José teria que correr um risco e confiar em Deus. O mesmo é verdade para nós. Às vezes, colocar nossa esperança em Jesus parece ter um grande custo pessoal.



Por aquilo que estamos dispostos a correr riscos revela quem somos. Estamos dispostos a correr um risco e a nos candidatar ao trabalho que nos sentimos chamados a fazer, mesmo que não faça sentido? Vamos arriscar nesta época de Natal e conversar com um membro da família sobre Jesus? Todo risco que corremos mostra o que mais valorizamos.



Se levarmos a sério colocar Jesus em primeiro lugar em nossas vidas, teremos que correr riscos. Mas podemos ter esperança, sabendo que o risco que assumimos valerá a recompensa.



Deus nunca nos chamará para assumir um risco que ele não pretende usar para o nosso bem. José arriscou sua reputação. Em troca, ele teve o privilégio de ser o pai terreno de Jesus e seu caráter – exatamente o que as pessoas questionaram durante sua vida – é celebrado na Bíblia e se tornou um exemplo para as gerações seguintes.



Ore:



Jesus, mostre-me como colocá-Lo em primeiro lugar na minha vida hoje. E, ao fazer isso, ajude-me a colocar minha esperança em Ti e apenas em Ti.



Reflita:



Quando foi a última vez que você correu um grande risco? O que essa decisão revela sobre o que você vê como mais importante?