O Curso do Casamento

Dia 2 de 5 • Leitura do dia

Devocional

Conflito


Esperando conflito


O conflito é inevitável em qualquer relacionamento.



O problema não está onde vamos discordar; o problema é como vamos lidar com essas discordâncias. O que realmente importa para cada casal é ter as ferramentas e habilidades certas para resolver os conflitos de forma construtiva.



Controlando a raiva


A raiva não é errada em si mesma; é a maneira como nós a demonstramos que pode ser prejudicial em um relacionamento.



Dois animais ajudam a ilustrar duas maneiras inapropriadas e inúteis de como administrar nossa raiva:




    Rinocerontes: imediatamente deixam claro que estão com raiva - e partem para o ataque
  • Ouriços:tendem a esconder a raiva - costumam ficar mais quietos e se afastar


Ambos rinocerontes e ouriços precisam aprender a expressar, verbal e calmamente, o porquê estão chateados.



Procurando soluções juntos


Quando vocês entram em desacordo:




  • reconheçam que, no casamento, vocês realmente estão do mesmo lado

  • procurem por uma solução juntos, isso será bom para o relacionamento de vocês

  • estejam prontos para apertar o botão de 'pause' quando necessário (perguntem a si mesmos: "É uma boa hora?" e "Este é um bom lugar para discutir sobre isso?")


Cinco passos para encontrar uma solução




  1. Identifiquem e foquem no problema que está gerando o conflito.

    Tire a questão que está causando o conflito do meio de vocês. Coloquem-na diante de vocês e trabalhem nisso juntos.

  2. Use afirmações relacionadas a si mesmo

    Evite rotular (por exemplo:"Você sempre..." / "Você nunca...").Descreva os seus sentimentos (por exemplo:"Eu fico chateado(a) com...").

  3. Escutem um ao outro

    Tentem entender e dar valor à perspectiva do outro. Tenham cada um sua vez de falar.

  4. Apresentem ideias para possíveis soluções

    Conversem sobre diferentes possibilidades. Escrever uma lista pode ajudar.

  5. Escolham a melhor solução para o momento e revisem depois

    Se a solução que vocês tentaram não funcionou, tentem outra de sua lista. Se vocês não conseguem encontrar a solução juntos, procurem ajuda.


Processo para curar a ferida


Ferir é inevitável em todos os casamentos, e essa ferida precisa ser curada para que nosso relacionamento possa florescer.



Há um processo simples, porém poderoso, para a cura:




  1. Conversem sobre a ferida

    Diga ao seu parceiro(a) quando ele(a) chateou você. Não se apegue à mágoa ou permita que a auto piedade ou o ressentimento cresçam dentro de você.

  2. Peça desculpas

    Nosso orgulho pode dificultar o pedido de desculpas. Se desculpar significa tomar a responsabilidade por nossas palavras e atitudes erradas. Pedir desculpas abre o caminho para a reconciliação.

  3. Perdoe

    O perdão é a maior força para curar um casamento.


O perdão NÃO é:




  • esquecer que foi ferido

  • fingir que não importa

  • falhar em confrontar os erros e comportamentos nocivos do(a) nosso(a) parceiro(a)


O perdão É:




  • encarar o erro que cometeram contra nós

  • reconhecer as emoções decorrentes disso

  • escolher não insistir em culpar nosso parceiro(a) por conta dessa ofensa

  • desistir de sentir pena de si mesmo e do desejo de vingança


O perdão é, acima de tudo, uma escolha, não um sentimento.




  • O perdão é um processo - frequentemente precisamos escolher perdoar (ou até mesmo diariamente). Ao fazermos isso, as lembranças sobre a ferida nos machucam menos e têm menos poder sobre nós.