Cristo > Corona

Devocional

Benção #8 – Ensinando a Teologia do Evangelho



Bem quando o Coronavírus estava se transformando em uma pandemia global, eu estava tentando chegar em casa. Depois de uma viagem abreviada a Israel, eu estava a uma escala polonesa e um voo oceânico longe de casa. Mas adivinha quem estava sentado ao meu lado no avião? Uma européia idosa.



No mundo pré-Corona, eu não teria pensado duas vezes sobre ela. Suas tosses eram poucas e distantes entre si. Mas em um lugar onde os militares poloneses estavam examinando nossas testas em busca de febres, a situação dela era grave. Tão sério, de fato, que toda vez que ela tossia, eu me inclinava na direção oposta.



A propósito, não tenho orgulho disso. Acho que não é o que Jesus faria. De fato, não é o que Jesus realmente fez.



“Então um leproso chegou perto dele [Jesus], ajoelhou-se e disse: 'Senhor, eu sei que o senhor pode me curar se quiser.' Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse: 'Sim, eu quero. Você está curado.' No mesmo instante ele ficou curado da lepra.” (Mateus 8:2-3) No amor, Jesus tocou fisicamente em um homem doente. Numa cultura em que as pessoas ficavam a mais de um metro e meio de distância dos leprosos, Jesus quebrou as regras e trouxe uma bênção.



Você não ama isso Nele?



Porque Jesus também poderia ter mantido distância de nós. Enquanto a raiva se agitava como uma febre em nossas mentes e as palavras egoístas eram tossidas em inúmeros argumentos, Ele poderia se isolar no céu, longe da pandemia de nossos defeitos. Mas Ele não fez isso. Ele andou entre nós. Estendeu as mãos para nos abençoar. Ele até estendeu os braços para nos curar.



Jesus não apenas se arriscou quando foi concebido como um de nós. Ele sabia exatamente onde sua vida terrestre levaria. No entanto, no amor louco, Ele escolheu esse caminho para que nossa doença espiritual não terminasse na morte eterna, mas na vida com Deus.



Você não ama isso Nele?



Se esse vírus e toda a nossa distância social nos deixarem maravilhados com o amor altruísta de Jesus, tudo valerá a pena. Apenas mais uma prova de que Cristo > Corona.