Guerreiras de oração: a armadura de Deus

Dia 4 de 7 • Leitura do dia

Devocional

Usem a paz das boas-novas como calçados


Todo soldado aprende a proteger os pés. Eles usam botas ou calçados especiais exatamente para isso. Os soldados romanos calçavam sapatos militares reforçados. Pés adequadamente protegidos permanecem firmes contra o inimigo e nos impedem de escorregar. 


Como guerreiras de oração, a base sobre a qual andamos precisa ser sólida e protetora. A boa notícia é que Jesus já preparou isso para nós. Ter paz com Deus e ter paz em Deus formam uma base inabalável sobre a qual podemos nos defender e permanecer firmes. 


Deus nos reserva uma paz além de nossa compreensão. Não é que não podemos imaginar ter paz, mas, sim, que não podemos imaginar ter esse tipo de paz em meio aos problemas que experimentamos neste mundo. 


O inimigo quer nos roubar a paz e nos manter inquietos, ansiosos, temerosos e tensos, sempre à espera de que algo terrível aconteça. Deus, porém, nos dá sua paz. Essa paz é mais que simplesmente uma boa noite de sono; é paz em cada parte de nosso ser, o tempo todo. Trata-se de um lugar onde você vive por causa daquele que vive em você. 


Jesus possibilitou que tivéssemos essa paz que excede todo o entendimento – o tipo de paz que nos faz prosseguir, nos dá estabilidade, nos sustenta e não nos deixa cair.


Adaptado de Stormie Omartian, Guerreiras de oração: O caminho para uma vida de vitória (Mundo Cristão, 2014).