Metas de Relacionamento

Devocional

Afastando o Diabo

De Cindy, casada com Chris há mais de 26 anos

Deixe-me começar com isso: seu cônjuge não é seu inimigo. Pedro descreveu seu verdadeiro inimigo como Satanás, que anda por aí como um leão rugindo à procura de alguém para devorar. 

Mas pode ser surpreendentemente fácil nos encontrarmos reagindo defensivamente ou com raiva quando a pessoa que mais amamos discorda de nós, não é? Qualquer assunto pode causar problemas. Podemos iniciar conflitos nas conversas sobre dinheiro, empregos ou prioridades. Os temperamentos exaltam-se. De repende, acreditamos que a pessoa que mais amamos é nossa inimiga. 

Quando Chris e eu éramos mais jovens, esta era a mentalidade que tínhamos quando brigávamos. E como brigávamos! Estávamos tão envolvidos em nossos próprios desejos que perdíamos de vista o fato de que deveríamos estar combatendo nosso inimigo comum, não um ao outro.   

Onde há divisão constante em seu relacionamento? Divisão é de fato uma característica do nosso inimigo espiritual. Isso não quer dizer que vocês estão sob o ataque espiritual de Satanás toda vez que brigam como casal. Ainda assim, o inimigo adoraria que você visse seu cônjuge ou alguém que você ama como inimigo. Não caia nessa.

A melhor maneira de tirar o diabo do seu relacionamento é colocar Jesus no centro, juntos. Aqui estão três ideias para seguir nessa direção.

1 Ideia: Orem juntos. 

Todos os dias. E não apenas um pelo o outro, mas um com o outro. Isto mesmo. Reserve um momento, deem as mãos, se quiser, e façam suas orações como um casal.

2 Ideia: Invista um no outro. 

Se você já é casado há algum tempo, sabe que é fácil esquecer isso com o passar dos anos. Mas temos que investir tanto em nosso cônjuge no 25º ano como no primeiro ano de namoro. O que ele ou ela consideraria um investimento? Faça essas coisas acontecerem. Crie um lembrete no seu telefone ou coloque um nota adesiva à vista. Tudo o que você puder fazer para mostrar a ele que você o vê e o aprecia – faça. 

3 Ideia: Unam-se

O que diferencia os casais saudáveis é o desejo de unidade. Um casamento consiste em duas pessoas a quem Deus chama de um. Então, precisamos agir assim. Às vezes nos concentramos tanto em nossas próprias necessidades que perdemos de vista a outra pessoa. Chris e eu tentamos começar cada dia dizendo: “Eu escolho nós.”

Por fim, não importa o que o inimigo jogue em você, ele está lutando uma batalha perdida. Cristo ganhou a vitória sobre o diabo de uma vez por todas e, contanto que você e seu cônjuge trabalhem para construir um forte relacionamento centrado em Cristo, o inimigo não terá sucesso em seus objetivos. Então, orem juntos, invistam um no outro e unam-se, sabendo que o futuro de vocês é seguro.

Medite: Em qual área vocês lutaram um contra o outro em vez de lado a lado? Como poderiam fazer isso diferente da próxima vez?