Paralelo
21
Jesus aparece a sete discípulos
1Depois disso, Jesus apareceu outra vez aos seus discípulos perto do Mar de Tiberíades. Foi assim:2Estavam juntos Simão Pedro, Tomé (chamado Dídimo), Natanael (de Caná da Galiléia), os dois filhos de Zebedeu e outros dois discípulos.3Simão Pedro disse aos outros:
—Vou pescar.
Os outros discípulos disseram:
—Nós também vamos com você.
Então eles foram e entraram no barco, mas naquela noite não pegaram nada.4De manhã, quando começou a clarear, Jesus estava na praia, mas os discípulos não sabiam que era ele.5Jesus perguntou a eles:
—Amigos, vocês não pescaram nada?
E eles responderam:
—Não, nada.
6Então Jesus disse a eles:
—Joguem a rede do lado direito do barco e vocês encontrarão alguma coisa.
Eles jogaram a rede e logo depois já não podiam puxá-la para dentro do barco por causa da grande quantidade de peixes.
7O discípulo que Jesus amava disse a Pedro:
—É o Senhor!
Quando Pedro o ouviu dizer isto, amarrou o roupão à sua volta (pois o tinha tirado) e se jogou na água.8Os outros discípulos continuaram no barco, arrastando a rede cheia de peixes. Eles não estavam muito longe da praia, apenas a uns cem metros.9Quando os discípulos desceram do barco, viram uma fogueira com peixes nas brasas, e pão.10Então Jesus disse:
—Tragam alguns dos peixes que vocês acabaram de pescar.
11Simão Pedro entrou no barco e puxou a rede até à margem. A rede estava cheia com cento e cinqüenta e três grandes peixes e, mesmo assim, ela não arrebentou.12Jesus lhes disse:
—Venham comer.
(Nenhum dos discípulos se atrevia a perguntar quem ele era, pois todos sabiam que era o Senhor.)
13Jesus chegou perto, pegou o pão e repartiu entre eles. E fez a mesma coisa com os peixes.14(Esta foi a terceira vez que Jesus apareceu aos seus discípulos depois de ter ressuscitado dos mortos.)
Jesus fala com Pedro
15Quando acabaram de comer, Jesus disse a Simão Pedro:
—Simão, filho de João, você me ama mais do que estes?
Ele respondeu:
—Sim, Senhor, o senhor sabe que eu o amo.
Jesus disse:
—Cuide dos meus cordeiros.
16E pela segunda vez Jesus perguntou:
—Simão, filho de João, você me ama?
E ele respondeu:
—Sim, Senhor, o senhor sabe que eu o amo.
Jesus disse:
—Cuide das minhas ovelhas.
17E Jesus perguntou pela terceira vez:
—Simão, filho de João, você me ama?
Pedro ficou triste, por Jesus ter perguntado ainda uma terceira vez se ele o amava e disse:
—Senhor, o senhor sabe tudo! Sabe que eu o amo.
Então Jesus lhe disse:
—Cuide das minhas ovelhas.18Digo-lhe a verdade: Quando você era jovem, você mesmo amarrava a sua roupa em torno de você e ia para onde queria. Quando, porém, ficar velho, você estenderá as mãos e outra pessoa o amarrará e o levará para onde você não vai querer ir.19(Jesus disse isto para mostrar a maneira pela qual Pedro iria morrer e glorificar a Deus.) Depois Jesus disse a Pedro:
—Siga-me!
20Pedro se voltou e viu o discípulo que Jesus amava andando atrás dele. (Esse discípulo era o mesmo que se inclinara para perto de Jesus no dia do jantar, perguntando: “Senhor, quem vai traí-lo?”)21Quando Pedro o viu atrás deles, perguntou a Jesus:
—E quanto a ele, Senhor?
22Jesus respondeu:
—Se eu quiser que ele fique aqui até eu voltar, o que você tem com isso? Quanto a você, siga-me!
23Por causa disso, espalhou-se entre os seguidores de Jesus um boato de que aquele discípulo não morreria. Mas Jesus não tinha dito que o discípulo não iria morrer, mas sim: “Se eu quiser que ele fique aqui até eu voltar, o que você tem com isso?”
24Este é o discípulo que dá testemunho a respeito destas coisas e que as escreveu. E sabemos que o seu testemunho é verdadeiro.25Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se todas essas coisas fossem escritas, uma por uma, acho que nem no mundo inteiro caberiam os livros que seriam escritos.