Salmos 104
NBV-P
104
1Louvarei o Senhor de todo o meu coração, dizendo: Ó Senhor, meu Deus, o Senhor é grandioso! Suas vestes são a glória e o poder real;
2seu manto é envolto de luz. Ele estende os céus como se fossem uma tenda.
3O telhado de sua casa foi construído sobre as nuvens carregadas de chuva. As nuvens são as suas carruagens, e ele cavalga nas asas do vento.
4Dá aos seus anjos#104.4 Ou “mensageiros”. a rapidez dos ventos e faz dos seus servos clarões reluzentes.
5Colocou os alicerces da terra para que ela nunca seja tirada de seu lugar.
6Vestiu a terra com os mares e oceanos,#104.6 Ou “as torrentes do abismo”. como se fosse uma capa, deixando grandes montanhas debaixo d’água.
7Mas, ouvindo a sua ordem, as águas baixaram; ouvindo a sua voz, forte como um trovão, elas ocuparam o seu lugar;
8as águas correram pelos montes e escorreram pelos vales, até ficarem no lugar determinado pelo Senhor.
9O Senhor marcou um limite além do qual as águas não podem ir; assim, elas nunca mais cobrirão a terra.
10Faz brotar as fontes de água nos vales e os rios que correm entre os montes
11e matam a sede dos animais do campo e dos jumentos selvagens.
12Junto a esses riachos os passarinhos do céu fazem os seus ninhos e cantam entre os ramos das árvores.
13Do alto da sua morada rega os montes; a terra sacia-se com o fruto das suas obras!
14É o Senhor que faz crescer o pasto que alimenta o gado, as plantas que o homem cultiva, e dessa forma tira da terra o seu alimento.
15A terra produz o vinho, que alegra o coração do homem; o azeite, que serve para cuidar do rosto; o pão, que dá forças para viver.
16As árvores do Senhor são bem regadas, crescem e ficam fortes. O mesmo acontece com os cedros do Líbano, que ele plantou.
17Nessas árvores as aves fazem seus ninhos. As cegonhas fazem seus ninhos nos ciprestes.#104.17 Ou “pinheiros”.
18As cabras selvagens vivem no alto dos montes e os coelhos fazem suas tocas entre as pedras.
19O Senhor criou a lua para marcar as estações, e o sol sabe a hora de se pôr.
20O Senhor prepara a escuridão e cria a noite, quando os animais da floresta saem.
21Os leões jovens saem à procura do alimento que Deus preparou para eles e andam rugindo pela mata.
22Quando o sol aparece, eles voltam às suas tocas para dormir.
23Então o homem sai para o seu trabalho até o pôr-do-sol.
24Ó Senhor, quantas são as suas obras! O Senhor fez todas elas com grande sabedoria e enche a terra com as suas criaturas!
25Vejo o mar imenso, cheio das mais variadas formas de vida — animais pequenos e grandes.
26Por ele passam os navios e também o Leviatã,#104.26 Ou “monstro marinho”. criado para o Senhor nele se alegrar.
27Todos esses animais dependem do Senhor para receber seu alimento na ocasião certa.
28O Senhor oferece o alimento, e eles recolhem o seu sustento; abre a sua mão e todas as criaturas ficam satisfeitas e felizes.
29Mas quando o Senhor esconde o seu rosto, ficam completamente desorientadas. Se tira o fôlego, eles morrem e voltam ao pó da terra!
30Quando sopra o seu fôlego, novos seres são criados para manter esta terra sempre cheia de vida.
31Deem glória ao Senhor para sempre! Assim o Senhor se alegrará com aquilo que fez!
32Basta um olhar e ele faz a terra tremer; com um simples toque ele faz as montanhas arderem em chamas!
33Cantarei louvores ao Senhor toda a minha vida! Cantarei hinos ao meu Deus enquanto eu viver!
34Que meus pensamentos e emoções deixem o Senhor satisfeito, pois ele é a minha alegria.
35Que os pecadores desapareçam da terra e os rebeldes deixem de existir. Louvarei o Senhor de todo o meu coração! Aleluia!

Nova Bíblia Viva

Copyright © 2007 por Biblica, Inc.®

Usado com permissão da Biblica, Inc.® Todos os direitos reservados.

Saiba mais sobre a Nova Bíblia Viva Português