1
Prefácio e saudação
1O presbítero, à senhora eleita com seus filhos, aos quais eu amo em verdade; e não somente eu, mas também todos aqueles que conhecem a verdade, 2por amor da verdade que permanece em nós e será conosco para sempre, 3a graça, a misericórdia e a paz, da parte de Deus Pai, e da de Jesus Cristo, Filho do Pai, serão conosco em verdade e amor.
Conselhos e admoestação
4Folgo muito em ter achado alguns de teus filhos andando em verdade, conforme o mandamento que recebemos do Pai. 5Agora, te rogo, senhora, não como te escrevendo um novo mandamento, mas o mesmo que temos tido desde o princípio, que nos amemos uns aos outros. 6Esse amor consiste em andarmos segundo os seus mandamentos; e esse mandamento consiste, conforme ouvistes desde o princípio, em andardes neste amor. 7Pois muitos sedutores têm aparecido no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne; esse tal é o sedutor e o anticristo. 8Acautelai-vos, para que não percais o nosso trabalho, mas recebais pleno galardão. 9Todo o que vai além do ensino de Cristo e não permanece nele não tem a Deus; o que permanece nesse ensino tem tanto ao Pai como ao Filho. 10Se alguém vem ter convosco e não traz este ensino, não o recebais em casa, nem o saudeis; 11porque aquele que o saúda participa de suas más obras.
Conclusão
12Embora tenha muitas coisas para vos escrever, não o quero fazer com papel e tinta, mas espero ir visitar-vos e falar-vos face a face, para que o nosso gozo seja completo. 13Os filhos de tua irmã eleita te saúdam.
Loading reference in secondary version...

1917, 2010 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados.