1
A velhice de Davi
1Ora, o rei Davi era já velho e de idade avançada; e, por mais que o cobrissem de roupas, não aquecia. 2Disseram-lhe os seus servos: Procure-se para o rei, meu senhor, uma jovem donzela, que esteja diante do rei, e tenha cuidado dele, e durma no seu seio, para que ele se aqueça. 3Assim, procuraram por todos os termos de Israel uma donzela formosa; acharam Abisague, sunamita, e trouxeram-na ao rei. 4Era a donzela sobremaneira formosa; cuidava do rei e lhe assistia; porém o rei não a conheceu.
5Adonias, filho de Hagite, se exaltou, dizendo: Eu reinarei. Adquiriu para si um carro, cavalos e cinquenta homens que corressem adiante dele. 6Nunca seu pai o contrariou, dizendo: Por que fizeste isso? Ele era também de boa presença e mais moço do que Absalão. 7Tinha inteligência com Joabe, filho de Zeruia, e com o sacerdote Abiatar, que, seguindo a Adonias, o ajudavam. 8Mas Zadoque, o sacerdote, e Benaia, filho de Joiada, e Natã, o profeta, e Simei, e Reí, e os valentes que Davi tinha não eram por Adonias. 9Adonias imolou ovelhas, e bois, e animais cevados junto à pedra de Zoelete, que está perto de En-Rogel. Convidou todos os seus irmãos, filhos do rei, e todos os homens de Judá, servos do rei, 10porém a Natã, o profeta, e a Benaia, e os valentes e a Salomão, seu irmão, não os convidou.
11Então, disse Natã a Bate-Seba, mãe de Salomão: Não ouviste que Adonias, filho de Hagite, reina e que Davi, nosso senhor, não o sabe? 12Vem, agora e permite que eu te dê um conselho, para que salves a tua vida e a de teu filho Salomão. 13Vai, entra ao rei Davi e dize-lhe: Não juraste tu, ó rei, meu senhor, à tua escrava, dizendo: Teu filho Salomão há de reinar depois de mim e há de sentar-se no meu trono? Por que reina logo Adonias? 14Estando tu lá falando ainda com o rei, eu também entrarei depois de ti e confirmarei as tuas palavras.
Bate-Seba advoga a causa de seu filho Salomão
15Entrou Bate-Seba ao rei na sua câmara. O rei estava muito velho, e Abisague, sunamita, lhe assistia. 16Bate-Seba inclinou-se e fez uma reverência ao rei, que perguntou: Que é o que queres? 17Respondeu-lhe ela: Meu senhor, tu juraste à tua escrava por Jeová, teu Deus, dizendo: Teu filho Salomão há de reinar depois de mim e há de sentar-se no meu trono. 18Agora, eis que Adonias reina; e tu, ó rei, meu senhor, não o sabes. 19Ele imolou bois, e animais cevados, e ovelhas em abundância. Convidou todos os filhos do rei, e o sacerdote Abiatar, e a Joabe, general do exército, mas a Salomão, teu filho, não o convidou. 20Agora, ó rei, meu senhor, os olhos de todo o Israel estão sobre ti, para que lhe declares quem há de sentar-se no teu trono depois de ti. 21De outra forma, sucederá que, quando o rei, meu senhor, dormir com seus pais, eu e meu filho Salomão seremos tidos por culpados.
Natã secunda os esforços de Bate-Seba
22Enquanto ela ainda falava com o rei, entrou o profeta Natã. 23Avisaram ao rei, dizendo: Eis aí está o profeta Natã. Tendo entrado à presença do rei, lançou-se com o rosto em terra. 24E disse Natã: Ó rei, meu senhor, disseste tu: Adonias há de reinar depois de mim e há de sentar-se no meu trono? 25Pois desceu, hoje, e imolou bois, e animais cevados, e ovelhas em abundância, e convidou todos os filhos do rei, e os generais do exército, e ao sacerdote Abiatar. Eis que estão comendo, e bebendo diante dele, e dizendo: Viva o rei Adonias! 26Porém não me convidou a mim, que sou servo teu, nem ao sacerdote Zadoque, nem Benaia, filho de Joiada, nem ao teu servo Salomão. 27Foi feito isso da parte do rei, meu senhor? Não declaraste ao teu servo quem havia de assentar-se no teu trono depois de ti?
28O rei Davi respondeu: Chamai-me a Bate-Seba. Ela se apresentou ao rei e ficou de pé perante ele. 29O rei jurou e disse: Pela vida de Jeová, que me livrou a alma de toda a angústia, 30que, como te jurei por Jeová, rei de Israel, dizendo: Teu filho Salomão há de reinar depois de mim e há de sentar-se no meu trono em meu lugar, assim o hei de cumprir hoje. 31Bate-Seba prostrou-se com o rosto em terra, e fez uma reverência ao rei, e disse: Viva o rei Davi, meu senhor, para sempre!
Salomão é ungido rei
32Disse o rei Davi: Chamai-me a Zadoque, o sacerdote, e a Natã, o profeta, e a Benaia, filho de Joiada. Eles entraram à presença do rei. 33Disse-lhes o rei: Tomai convosco os servos do vosso senhor, fazei montar na minha mula meu filho Salomão e levai-o a Giom. 34O sacerdote Zadoque e o profeta Natã o unjam ali em rei sobre Israel. Tocai a trombeta e dizei: Viva o rei Salomão! 35Então, subireis após ele, e ele há de vir e sentar-se no meu trono; pois há de reinar em meu lugar. A ele designei para ser príncipe sobre Israel e sobre Judá. 36Benaia, filho de Joiada, respondeu ao rei: Amém! Assim o diga também Jeová, Deus do rei, meu senhor. 37Bem como Jeová tem sido com o rei, meu senhor, assim seja ele com Salomão e faça o trono deste maior do que o trono do rei Davi, meu senhor.
38Desceu Zadoque, o sacerdote, e Natã, o profeta, e Benaia, filho de Joiada, e os quereteus, e os peleteus, e fizeram montar a Salomão na mula do rei Davi, e levaram-no a Giom. 39O sacerdote Zadoque tomou da Tenda o chifre do óleo e ungiu a Salomão. Tocaram a trombeta e todo o povo disse: Viva o rei Salomão! 40Todo o povo subiu após ele, tocando flauta e alegrando-se com grande alegria, de modo que a terra retiniu com o seu clamor.
41Adonias e todos os convidados que com ele estavam o ouviram, ao tempo em que tinham acabado de comer. Tendo Joabe ouvido o soar da trombeta, perguntou: Para que é este ruído da cidade alvoroçada? 42Ainda ele falava, eis que chegou Jônatas, filho do sacerdote Abiatar; e disse Adonias: Entra, pois tu és homem de bem e trazes boas novas. 43Respondeu Jônatas a Adonias: O rei Davi, nosso senhor, constituiu rei a Salomão. 44O rei enviou com ele a Zadoque, o sacerdote, e a Natã, o profeta, e a Benaia, filho de Joiada, e aos quereteus e aos peleteus, os quais o fizeram montar na mula do rei. 45O sacerdote Zadoque e o profeta Natã ungiram-no rei em Giom; e dali subiram alegres, de modo que a cidade se alvoroçou. Este é o ruído que ouvistes. 46Também Salomão já está sentado no trono do reino. 47Além disso, os servos do rei foram abençoar o rei Davi, nosso senhor, dizendo: Faça Deus o nome de Salomão melhor do que o teu nome e faça o trono dele maior do que o teu trono. Inclinou-se o rei no leito. 48Também assim falou o rei: Bendito seja Jeová, Deus de Israel, que deu quem hoje aos meus olhos se assentasse no meu trono!
Adonias alarma-se
49Todos os convidados de Adonias tremeram e levantaram-se, e cada um foi para sua parte. 50Adonias teve medo por causa de Salomão, e levantou-se, e foi abraçar com os chifres do altar. 51Foi dito a Salomão: Adonias tem medo de Salomão, pois eis que está agarrado aos chifres do altar, dizendo: Jure-me, hoje, o rei Salomão que não fará morrer seu servo à espada. 52Salomão respondeu: Se ele se houver como homem de bem, não cairá à terra nem um só cabelo seu; porém, se se achar nele maldade, morrerá. 53Enviou o rei Salomão, e fizeram-no descer, tirando-o do altar. Adonias veio e fez uma reverência ao rei Salomão, que lhe disse: Vai para tua casa.
Loading reference in secondary version...

1917, 2010 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados.