16
Saudações pessoais
1Eu recomendo a vocês a nossa irmã Febe, que é diaconisa da igreja de Cencreia. 2Recebam essa irmã em nome do Senhor, como deve fazer o povo de Deus. Deem a ela toda a ajuda que precisar, pois ela tem ajudado muita gente e a mim também.
3Mando saudações a Priscila e ao seu marido Áquila, meus companheiros no serviço de Cristo Jesus. 4Eles arriscaram a sua vida por mim. Sou muito agradecido a eles; e não somente eu, mas também todas as igrejas dos que não são judeus. 5Saudações também à igreja que se reúne na casa deles.
Saudações ao meu querido amigo Epêneto, que foi o primeiro a crer em Cristo na província da Ásia. 6Saudações a Maria, que tem trabalhado muito por vocês. 7Saudações a Andrônico e à irmã Júnia, meus patrícios judeus, que estiveram comigo na prisão. Eles são apóstolos bem conhecidos e se tornaram cristãos antes de mim.
8Saudações a Amplíato, meu querido irmão no Senhor. 9E também a Urbano, nosso companheiro de trabalho no serviço de Cristo, e ao meu querido amigo Estáquis. 10Saudações a Apeles, um irmão que tem dado muitas provas da sua fé em Cristo. Saudações ao pessoal da família de Aristóbulo. 11Saudações a Herodião, meu patrício judeu, e aos irmãos no Senhor da família de Narciso.
12Saudações a Trifena e a Trifosa, irmãs que trabalham no serviço do Senhor, e à minha querida amiga Pérside, que também tem trabalhado muito para o Senhor. 13Mando saudações a Rufo, trabalhador que tem se destacado no serviço do Senhor, e à mãe dele, que sempre me tratou como filho. 14Saudações aos irmãos Asíncrito, Flegonte, Hermes, Pátrobas, Hermas e a todos os irmãos que estão com eles. 15Saudações a Filólogo e a Júlia; a Nereu e à sua irmã; ao irmão Olimpas e a todas as pessoas do povo de Deus que estão com eles.
16Cumprimentem uns aos outros com um beijo de irmão. Todas as igrejas de Cristo mandam saudações a vocês.
Conselhos finais
17Meus irmãos, peço que tomem cuidado com as pessoas que provocam divisões, que atrapalham os outros na fé e que vão contra o ensinamento que vocês receberam. Afastem-se dessas pessoas 18porque os que fazem essas coisas não estão servindo a Cristo, o nosso Senhor, mas a si mesmos. Por meio de conversa macia e com bajulação, eles enganam o coração das pessoas simples. 19Todos sabem como vocês têm sido fiéis ao evangelho, e por isso eu me alegro por causa de vocês. Quero que sejam sábios a respeito do que é bom e não tenham nada a ver com o que é mau. 20E Deus, a nossa fonte de paz, logo esmagará Satanás debaixo dos pés de vocês.
Que a graça do nosso Senhor Jesus esteja com vocês!
21Timóteo, meu companheiro de trabalho, manda saudações a vocês. Lúcio, Jasão e Sosípatro, meus patrícios judeus, também mandam saudações.
22Eu, Tércio, que escrevi esta carta que Paulo ditou para mim, mando saudações a vocês.
23O meu hospedeiro Gaio, em casa de quem a igreja daqui se reúne, manda saudações a vocês. Erasto, o tesoureiro da cidade, e o nosso irmão Quarto também mandam saudações. 24[Que a graça do nosso Senhor Jesus Cristo esteja com todos vocês. Amém.]
Louvor a Deus
25Louvemos a Deus! Pois ele pode conservar vocês firmes na fé, de acordo com o evangelho que eu anuncio, isto é, a mensagem a respeito de Jesus Cristo. E de acordo também com a verdade secreta que nunca foi revelada no passado. 26Porém essa verdade foi revelada agora por meio daquilo que os profetas escreveram. E, por ordem do Deus eterno, ela se tornou conhecida em todas as nações, para que todos creiam e obedeçam.
27Ao Deus único e sábio seja dada glória para sempre, por meio de Jesus Cristo! Amém!
Loading reference in secondary version...

2000 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados.