12
A nova vida no serviço de Deus
1Portanto, meus irmãos, por causa da grande misericórdia divina, peço que vocês se ofereçam completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao seu serviço e agradável a ele. Esta é a verdadeira adoração que vocês devem oferecer a Deus. 2Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele.
3Por causa da bondade de Deus para comigo, me chamando para ser apóstolo, eu digo a todos vocês que não se achem melhores do que realmente são. Pelo contrário, pensem com humildade a respeito de vocês mesmos, e cada um julgue a si mesmo conforme a fé que Deus lhe deu. 4Porque, assim como em um só corpo temos muitas partes, e todas elas têm funções diferentes, 5assim também nós, embora sejamos muitos, somos um só corpo por estarmos unidos com Cristo. E todos estamos unidos uns com os outros como partes diferentes de um só corpo. 6Portanto, usemos os nossos diferentes dons de acordo com a graça que Deus nos deu. Se o dom que recebemos é o de anunciar a mensagem de Deus, façamos isso de acordo com a fé que temos. 7Se é o dom de servir, então devemos servir; se é o de ensinar, então ensinemos; 8se é o dom de animar os outros, então animemos. Quem reparte com os outros o que tem, que faça isso com generosidade. Quem tem autoridade, que use a sua autoridade com todo o cuidado. Quem ajuda os outros, que ajude com alegria.
9Que o amor de vocês não seja fingido. Odeiem o mal e sigam o que é bom. 10Amem uns aos outros com o amor de irmãos em Cristo e se esforcem para tratar uns aos outros com respeito. 11Trabalhem com entusiasmo e não sejam preguiçosos. Sirvam o Senhor com o coração cheio de fervor. 12Que a esperança que vocês têm os mantenha alegres; aguentem com paciência os sofrimentos e orem sempre. 13Repartam com os irmãos necessitados o que vocês têm e recebam os estrangeiros nas suas casas.
14Peçam que Deus abençoe os que perseguem vocês. Sim, peçam que ele abençoe e não que amaldiçoe. 15Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram. 16Tenham por todos o mesmo cuidado. Não sejam orgulhosos, mas aceitem serviços humildes. Que nenhum de vocês fique pensando que é sábio!
17Não paguem a ninguém o mal com o mal. Procurem agir de tal maneira que vocês recebam a aprovação dos outros. 18No que depender de vocês, façam todo o possível para viver em paz com todas as pessoas. 19Meus queridos irmãos, nunca se vinguem de ninguém; pelo contrário, deixem que seja Deus quem dê o castigo. Pois as Escrituras Sagradas dizem:
“Eu me vingarei,
eu acertarei contas com eles,
diz o Senhor.”
20Mas façam como dizem as Escrituras:
“Se o seu inimigo estiver com fome,
dê comida a ele;
se estiver com sede, dê água.
Porque assim você o fará queimar
de remorso e vergonha.”
21Não deixem que o mal vença vocês, mas vençam o mal com o bem.
Loading reference in secondary version...

2000 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados.