27
1Não conte vantagem a respeito dos seus planos para o futuro, pois você não sabe o que vai acontecer amanhã.
2Ninguém elogie a si mesmo; se houver elogios, que venham dos outros.
3As pedras e a areia são pesadas, mas os problemas causados pelo mau gênio dos tolos pesam mais ainda.
4O ódio é cruel e destruidor, mas a inveja é pior ainda.
5É melhor a crítica franca do que o amor sem franqueza.
6O amigo quer o nosso bem, mesmo quando nos fere; mas, quando um inimigo abraçar você, tome cuidado!
7Quem está com o estômago cheio rejeita até o mel; mas, para quem está com fome, até a comida amarga é doce.
8Uma pessoa longe de casa é como um pássaro longe do ninho.
9Assim como os perfumes alegram a vida, a amizade sincera dá ânimo para viver.
10Não abandone o seu amigo, nem o amigo do seu pai. Se você estiver em dificuldades, não peça ajuda ao seu irmão. Vale mais um vizinho perto do que um irmão longe.
11Seja sábio, meu filho; então eu serei feliz e saberei dar uma boa resposta a quem me criticar.
12A pessoa sensata vê o perigo e se esconde, mas a insensata vai em frente e acaba mal.
13Quem aceita ser fiador de um estranho deve dar a sua roupa como garantia de pagamento.
14Quando alguém acorda um amigo de manhã bem cedo com um grito de “bom dia!”, o seu cumprimento soa como uma maldição.
15A esposa briguenta é como um dia triste em que a chuva não para de cair. 16O que é que você pode fazer para que ela fique calada? Você já procurou fazer o vento parar ou tentou pegar óleo com a mão?
17As pessoas aprendem umas com as outras, assim como o ferro afia o próprio ferro.
18Cuide bem da sua figueira e você terá figos para comer; trate bem o seu patrão e você será recompensado.
19Assim como a água reflete o rosto da gente, o coração mostra o que a pessoa é.
20Os desejos das pessoas são como o mundo dos mortos: sempre há lugar para mais um.
21Assim como o ouro e a prata são provados pelo fogo, o bom nome de uma pessoa também pode ser posto à prova.
22Mesmo que você batesse num tolo até quase matá-lo, ainda assim ele continuaria tão tolo como antes.
23Cuide das suas ovelhas e do seu gado o melhor que puder 24porque tanto as riquezas como os governos não duram para sempre. 25Primeiro você corta o feno; depois corta o capim dos montes enquanto espera que o feno cresça de novo. 26Aí você pode fazer roupas com a lã das suas ovelhas e comprar mais terras com o dinheiro que ganhou com a venda de alguns cabritos. 27E as cabras darão leite com fartura para você, e para a sua família, e também para as suas empregadas.
Loading reference in secondary version...

2000 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados.