16
A oferta para os cristãos da Judeia
1Agora vou tratar do dinheiro para ajudar o povo de Deus da Judeia. Façam o que eu disse às igrejas da província da Galácia. 2Todos os domingos cada um de vocês separe e guarde algum dinheiro, de acordo com o que cada um ganhou. Assim não haverá necessidade de recolher ofertas quando eu chegar. 3Depois que chegar, eu enviarei, com cartas de apresentação, aqueles que vocês escolherem para levarem a oferta até Jerusalém. 4Se for conveniente que eu também vá, eles farão a viagem comigo.
Os planos de Paulo
5Eu visitarei vocês depois que tiver passado pela província da Macedônia, pois vou passar por lá. 6Pode ser que eu fique algum tempo com vocês, talvez todo o inverno, e assim vocês poderão me ajudar a continuar a minha viagem para onde quer que eu for. 7Pois eu não quero ver vocês apenas de passagem. Se o Senhor permitir, espero ficar bastante tempo com vocês.
8Resolvi ficar aqui em Éfeso até o dia de Pentecostes. 9Pois encontrei aqui ótimas oportunidades para um grande e proveitoso trabalho, embora muita gente esteja contra mim.
10Se Timóteo chegar aí, façam tudo para que ele se sinta bem entre vocês; pois, assim como eu, ele também está trabalhando para o Senhor. 11Não deixem que ninguém o despreze. Pelo contrário, vocês devem ajudá-lo a continuar a sua viagem em paz, a fim de que ele volte para cá. Pois estou esperando que ele volte junto com os outros irmãos.
12Quanto ao irmão Apolo, tenho recomendado muitas vezes que vá visitar vocês com os outros irmãos, mas ele acha que não deve ir agora. Ele irá na primeira oportunidade.
Palavras finais
13Estejam alertas, fiquem firmes na fé, sejam corajosos, sejam fortes. 14Que tudo o que vocês fizerem seja feito com amor.
15Vocês conhecem Estéfanas e a família dele. Vocês sabem que eles foram os primeiros cristãos convertidos na província da Acaia e que eles têm se dedicado ao serviço do povo de Deus. Peço a vocês, meus irmãos, 16que sigam a orientação deles e dos outros que os ajudam e trabalham com eles.
17Eu estou alegre com a vinda de Estéfanas, de Fortunato e de Acaico, pois eles fizeram o que vocês, por estarem ausentes, não podiam fazer. 18Eles me animaram muito, e sei que animaram vocês também. Gente como essa merece elogios.
19As igrejas da província da Ásia mandam saudações. Áquila e a sua esposa Priscila e a igreja que se reúne na casa deles mandam saudações cristãs a vocês. 20Todos os irmãos daqui mandam saudações.
Cumprimentem uns aos outros com um beijo de irmão.
21Escrevo isto com a minha própria mão: Saudações de Paulo.
22Quem não ama o Senhor, que seja amaldiçoado!
“Marana tá” — Vem, nosso Senhor!
23Que a graça do nosso Senhor Jesus esteja com vocês! 24E que o meu amor esteja com todos vocês, pois estamos unidos com Cristo Jesus!
Loading reference in secondary version...

2000 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados.