6
Deveres de Pais e Filhos
1Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é justo. 2“Honra teu pai e tua mãe”— este é o primeiro mandamento com promessa— 3“para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra”.#6.3 Dt 5.16
4Pais, não irritem seus filhos; antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor.
Deveres de Escravos e Senhores
5Escravos, obedeçam a seus senhores terrenos com respeito e temor, com sinceridade de coração, como a Cristo. 6Obedeçam-lhes, não apenas para agradá-los quando eles os observam, mas como escravos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus. 7Sirvam aos seus senhores de boa vontade, como servindo ao Senhor, e não aos homens, 8porque vocês sabem que o Senhor recompensará cada um pelo bem que praticar, seja escravo, seja livre.
9Vocês, senhores, tratem seus escravos da mesma forma. Não os ameacem, uma vez que vocês sabem que o Senhor deles e de vocês está nos céus, e ele não faz diferença entre as pessoas.
A Armadura de Deus
10Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder. 11Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo, 12pois a nossa luta não é contra seres humanos,#6.12 Grego: contra carne e sangue. mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais.#6.12 Ou no mundo espiritual 13Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo. 14Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça 15e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz. 16Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno. 17Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. 18Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos.
19Orem também por mim, para que, quando eu falar, seja-me dada a mensagem a fim de que, destemidamente, torne conhecido o mistério do evangelho, 20pelo qual sou embaixador preso em correntes. Orem para que, permanecendo nele, eu fale com coragem, como me cumpre fazer.
Saudações Finais
21Tíquico, o irmão amado e fiel servo do Senhor, informará tudo a vocês, para que também saibam qual é a minha situação e o que estou fazendo. 22Enviei-o a vocês por essa mesma razão, para que saibam como estamos e para que ele os encoraje.
23Paz seja com os irmãos e amor com fé da parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo. 24A graça seja com todos os que amam a nosso Senhor Jesus Cristo com amor incorruptível.
Loading reference in secondary version...

Biblia Sagrada, Nova Versão Internacional®, NVI®
Copyright © 1993, 2000 by Biblica, Inc.®
Used by permission. All rights reserved worldwide.