Parallel
91
Salmo 91
1Aquele que habita no abrigo do Altíssimo
e descansa à sombra do Todo-poderoso
2pode dizer ao#91.2 Conforme a Septuaginta. O Texto Massorético diz Direi do. Senhor:
“Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza,
o meu Deus, em quem confio”.
3Ele o livrará do laço do caçador
e do veneno mortal#91.3 Ou da praga mortal; ou ainda da ameaça de destruição.
4Ele o cobrirá com as suas penas,
e sob as suas asas você encontrará refúgio;
a fidelidade dele será o seu escudo protetor.
5Você não temerá o pavor da noite
nem a flecha que voa de dia,
6nem a peste que se move sorrateira
nas trevas,
nem a praga que devasta ao meio-dia.
7Mil poderão cair ao seu lado;
dez mil, à sua direita,
mas nada o atingirá.
8Você simplesmente olhará,
e verá o castigo dos ímpios.
9Se você fizer do Altíssimo o seu abrigo,
do Senhor o seu refúgio,
10nenhum mal o atingirá,
desgraça alguma chegará à sua tenda.
11Porque a seus anjos ele dará ordens
a seu respeito,
para que o protejam em todos
os seus caminhos;
12com as mãos eles o segurarão,
para que você não tropece em alguma pedra.
13Você pisará o leão e a cobra;
pisoteará o leão forte e a serpente.
14“Porque ele me ama, eu o resgatarei;
eu o protegerei, pois conhece o meu nome.
15Ele clamará a mim, e eu lhe darei resposta,
e na adversidade estarei com ele;
vou livrá-lo e cobri-lo de honra.
16Vida longa eu lhe darei,
e lhe mostrarei a minha salvação.”