Parallel
1
1Palavra do Senhor que foi dirigida a Joel, filho de Petuel.
A praga de gafanhotos e a seca
2“Prestem atenção, velhos,
e escutem, todos os moradores
da terra!
Aconteceu algo assim
no tempo de vocês
ou nos dias de seus pais?
3Contem isto aos filhos de vocês;
que eles o contem aos filhos deles,
e que estes falem sobre isso
à geração seguinte.”
4“O que o gafanhoto cortador
deixou,
o gafanhoto migrador comeu;
o que o migrador deixou,
o gafanhoto devorador comeu;
o que o devorador deixou,
o gafanhoto destruidor comeu.”
5“Acordem, beberrões, e chorem!
Lamentem, todos vocês
que gostam de vinho,
por causa do vinho novo,
pois foi tirado da boca de vocês.
6Porque veio um povo
contra a minha terra,
poderoso e inumerável,
com dentes como de leão#Ap 9.8
e presas como de leoa.
7Destruiu as minhas videiras
e destroçou as minhas figueiras.
Tirou as cascas das árvores
e as jogou fora;
os galhos ficaram brancos.”
8“Lamentem,
assim como a virgem,
vestida de roupa feita
de pano de saco,
lamenta a morte do seu noivo.
9Na Casa do Senhor,
foram cortadas
as ofertas de cereais
e as libações.
Os sacerdotes,
ministros do Senhor,
estão enlutados.
10Os campos foram arrasados,
e a terra está de luto,
porque o cereal foi destruído,
o vinho novo acabou,
o azeite está no fim.”
11“Fiquem envergonhados,
lavradores;
lamentem, vinhateiros,
por causa do trigo e da cevada,
porque a colheita foi destruída.
12As videiras secaram,
as figueiras murcharam,
as romãzeiras, as palmeiras
e as macieiras também.
Todas as árvores do campo
secaram,
e já não há alegria
entre os filhos dos homens.”
Chamado ao arrependimento
13“Sacerdotes, vistam roupa
feita de pano de saco
e pranteiem.
Ministros do altar, lamentem.
Ministros do meu Deus, venham
e passem a noite vestidos
de panos de saco.
Porque no templo de seu Deus
não há mais ofertas de cereais
e libações.
14Proclamem um santo jejum,
convoquem uma reunião solene.
Reúnam os anciãos
e todos os moradores
desta terra
na Casa do Senhor, seu Deus,
e clamem ao Senhor.”
15“Ah! Que dia!
Porque o Dia do Senhor está perto#Is 13.6
e ele vem como destruição
da parte do Todo-Poderoso.”
16Por acaso, o alimento
não foi destruído
diante dos nossos olhos?
E, do templo do nosso Deus,
não desapareceram
a alegria e o regozijo?
17As sementes secaram
debaixo dos seus torrões;
os celeiros foram destruídos,
os armazéns, derrubados,
porque o cereal se perdeu.
18Como geme o gado!
As manadas de bois
estão inquietas,
porque não têm pasto;
também os rebanhos de ovelhas
estão sofrendo.
19A ti, ó Senhor, clamo,
porque o fogo devorou
as pastagens,
e as chamas consumiram
todas as árvores do campo.
20Também todos os animais selvagens
suspiram por ti,
porque os rios secaram,
e o fogo devorou as pastagens.