Parallel
1
1Advertência contra Nínive. Livro da visão de Naum, de Elcós.
A Ira do Senhor contra Nínive
2O Senhor é Deus zeloso e vingador!
O Senhor é vingador!
Seu furor é terrível!
O Senhor executa vingança
contra os seus adversários
e manifesta o seu furor
contra os seus inimigos.
3O Senhor é muito paciente,
mas o seu poder é imenso;
o Senhor não deixará impune o culpado.
O seu caminho está no vendaval
e na tempestade,
e as nuvens são a poeira de seus pés.
4Ele repreende o mar e o faz secar,
faz que todos os rios se sequem.
Basã e o Carmelo se desvanecem
e as flores do Líbano murcham.
5Quando ele se aproxima,
os montes tremem
e as colinas se derretem.
A terra se agita na sua presença,
o mundo e todos os que nele vivem.
6Quem pode resistir à sua indignação?
Quem pode suportar
o despertar de sua ira?
O seu furor se derrama como fogo,
e as rochas se despedaçam diante dele.
7O Senhor é bom,
um refúgio em tempos de angústia.
Ele protege os que nele confiam,
8mas com uma enchente devastadora
dará fim a Nínive;
expulsará os seus inimigos
para a escuridão.
9O Senhor acabará com tudo
o que vocês planejarem contra ele#1.9 Ou O que vocês planejam contra o Senhor?;
a tribulação não precisará vir
uma segunda vez.
10Embora estejam entrelaçados
como espinhos
e encharcados de bebida como bêbados,
serão consumidos
como a palha mais seca.
11Foi de você, ó Nínive,
que saiu aquele que trama perversidades,
que planeja o mal contra o Senhor.
12Assim diz o Senhor:
“Apesar de serem fortes
e numerosos,
serão ceifados e destruídos;
mas você, Judá,
embora eu a tenha afligido,
não a afligirei mais.
13Agora vou quebrar o jugo
do seu pescoço
e arrancar as suas algemas”.
14O Senhor decreta o seguinte
a seu respeito, ó rei de Nínive:
“Você não terá descendentes
que perpetuem o seu nome.
Destruirei as imagens esculpidas
e os ídolos de metal
do templo dos seus deuses.
Prepararei o seu túmulo,
porque você é desprezível”.
15Vejam sobre os montes
os pés do que anuncia boas notícias
e proclama a paz!
Celebre as suas festas, ó Judá,
e cumpra os seus votos.
Nunca mais o perverso a invadirá;
ele será completamente destruído.